35

Oraieiêu Mamãe !!!

Esse mês a maioria dos terreiros de Umbanda fazem seus festejos a Oxum, Orixá das Águas Doces, das cachoeiras, do Ouro, do Amor Divino e da purificação. Pois bem, cada vez mais se faz necessário agir com lógica e responsabilidadenessa comemoração.

Falo isso pois é comum os terreiros e médiuns umbandistas irem às cachoeiras festejar a Orixá levando uma imensa quantidade de elementos para oferenda como parte integrante do culto, do amor e da devoção ao Orixá, mas deixam o local todo sujo, cheirando mal e impróprio a qualquer outra pessoa, inclusive densificando a energia do ambiente e dificultando qualquer ação espiritual, vibracional e energética propiciatória.

Fico imaginando o que é para uma pessoa que não conhece os fundamentos da Umbanda ver um monte de garrafas, comidas, velas, entre outras coisas, próximo das cachoeiras. Fico imaginando o que é fazer uma oração próximo à cachoeira depois que um grupo, um terreiro ou um médium fez sua ‘super’ oferenda.

Claro que para isso não é necessário muita imaginação. Quem já não ouviu frases do tipo “vamos cedo à cachoeira para não encontrá-la suja e sobrecarregada” ? Quem já não se sentiu mal, pesado ou irritado durante e depois de sua prece junto a um monte de sujeira que está envolvendo toda a cachoeira? Quem já não teve vontade de voltar para casa, ou de fato voltou sem ao menos conseguir ajoelhar ao lado da queda d’água devido a tanto entulho e ao mal cheiro? Quem já não se machucou, cortou ou furou os pés ao pisar em restos de oferendas arriadas em volta da cachoeira ou jogadas dentro das águas?

É triste, mas parece que faz parte da cultura religiosa da Umbanda grandes oferendas, descarregos nas cachoeiras, sujeira, exageros… Nossa, que grande engano! A Umbanda é simplicidade, é pureza, é amor e não destruição.

Oxum então… é beleza e doçura, é vaidosa e cheirosa. Nada comparado com o que habitualmente encontramos  nas cachoeiras depois da passagem daquele ‘super’ médium e de sua ‘super’ oferenda. É impressionante!

Acredito que está faltando lógica, sensatez, conhecimento, amor e o mínimo de bom senso e de preocupação com o Além e com o próximo. Chego à conclusão de que o que mais falta nas pessoas é o “olhar em volta”, “olhar para trás” e o “olhar para frente”.

É estranho, mas as pessoas só olham para o agora, para sua realidade, para seus desejos e seus umbigos e se esquecem da origem, do reflexo, da Lei da Ação e Reação. As pessoas esquecem que são reflexo do passado e que o futuro depende do presente e não do futuro.

É só OLHAR… Afinal se olharmos à nossa volta perceberemos que existem mais coisas, pessoas, energias, espíritos dependendo e agindo em nós. Se olharmos para trás perceberemos o quanto de sujeira, dor e egoísmo já proporcionamos e ainda estamos proporcionando a tudo e todos em nosso entorno. Se olharmos para frente perceberemos o quanto um ato pode influenciar na vida das pessoas, em tudo que está próximo e na humanidade.

Curioso, se assim pode-se dizer, é saber que uma das ferramentas, instrumentos e formas de agir de Oxum é através do espelho, o abebê usado no candomblé, ferramenta que é caracterizada por uma espécie de leque e que traz um espelho no centro. Oxum dança usando o abebê para que através do espelho seja refletido o interno de cada um, assim como, pede para que cada um olhe com mais atenção para seus próprios atos.

Sei da importância dos elementos nas oferendas, da energia de frutas, flores  e ervas  e o quanto elas fortalecem Guias e Orixás no Astral! Mas pensem que essa energia já é própria da natureza, o que ativa, aumenta e leva essa energia ao Astral é o nosso pensamento.

Vamos refletir, olhar em volta, nos preocupar com o próximo, com a energia e com o “Além”.

Sujeira nas cachoeiras é falta de vergonha! É falta de humanidade! É falta de amor! É falta de religiosidade, espiritualidade e conduta umbandista!

Vamos ficar de olhos abertos e vamos fazer diferente e a diferença.

Se você vir alguém sujando as cachoeiras, oriente!… Talvez essa pessoa ainda não saiba o que é um Orixá, o que é a Umbanda e a importância da Natureza na vida de todos.

E fica minha sugestão: como oferenda a Oxum leve seu amor, seus joelhos predispostos a ajoelharem na terra úmida, suas lágrimas predispostas a escorrerem sobre a face até alcançarem o colo amoroso de Oxum, suas preces em forma de canto encantados e sua luta para preservar a beleza e a pureza das cachoeiras, santuário Sagrado de Nossa Querida Mãe Oxum, berço da vida, da união e da felicidade.

OXUM NA UMBANDA

Oxum é o Orixá irradiador do Amor Divino e da Concepção da Vida em todos os sentidos. Como “Mãe da Concepção” ela estimula a união e favorece a conquista da riqueza espiritual e a abundância material. É a força dos rios, que correm sempre adiante, levando e distribuindo pelo mundo sua água que mata a sede.

AMOR PURO

É a Mãe da água doce, Rainha das cachoeiras, Deusa da candura e da meiguice. Orixá da prosperidade e da riqueza interior, ela é a manifestação do Amor, o amor puro, real, maduro, solidificado, sensível e incondicional, por isso é associada à maternidade e ligada ao desenvolvimento da criança ainda no ventre da mãe, da mesma maneira que Iemanjá.

Oxum é o amor, é a capacidade de sentir amor. A partir desse amor é que se dá a origem às Agregações, e consequentemente origina a concepção das coisas.

ELO QUE UNE e AGREGA

Ela é o elo que une os Seres sob uma mesma crença, trazendo a união espiritual. É o elo que une dois Seres sob o mesmo amor, agregando-os onde se dá inicio à concepção de uma nova vida. Ela é quem agrega os bens materiais que torna um ser rico, portanto, é conhecida como Orixá da Riqueza, Senhora do Ouro e das Pedras Preciosas.

FECUNDA, GERA e CUIDA

A regência fascinante de Oxum é o processo de fecundação, na multiplicação da célula mater. É Oxum quem gera o nascimento de novas vidas que estarão no período de gestação numa bolsa de água – como ela, Oxum, rainha das águas. É, sem dúvida alguma, das regências mais fascinantes, pois é o início, a formação da vida. É Oxum que “tomará conta” até o nascimento, quando, então, entrega à Iemanjá, que será responsável pelo destino daquela criança.

MÃE DAS CRIANÇAS

Oxum não vê defeitos nos seus filhos, são verdadeiras joias, e ela só consegue ver o seu brilho. É por isso que Oxum é a mãe das crianças, seres inocentes e sem maldade, zelando por elas desde o ventre até que adquiram a sua independência. Os seus filhos, melhor, as suas joias, são a sua maior riqueza.

PERSONALIDADE MARCANTE

De menina-moça faceira, passando pela mulher irresistível até a senhora protetora, Oxum é sempre dona de uma personalidade forte, que não aceita ser colocada em segundo plano, afirmando-se em todas as circunstâncias da vida. Como acontece com as águas, nunca se pode prever o estado em que encontraremos Oxum; como também não podemos segurá-la em nossas mãos. Assim, Oxum é o ardil feminino, considerada a deusa do amor, a Vênus africana.

FELICIDADE

O casamento, o ventre, a fecundidade e as crianças são de Oxum, assim como, por consequência, a FELICIDADE. Como as águas dos rios, a força de Oxum vai a todos os cantos da terra. Ela dá de beber às folhas de Ossain, aos animais e plantas de Oxossi, esfria o aço forjado por Ogum, lava as feridas de Obaluaê, compõe a luz do arco-íris de Oxumare. Oxum está em tudo, pois, se amamos algo ou alguém é por que Ela está dentro de nós.

CARACTERÍSTICAS DAS FILHAS DE OXUM

As filhas de Oxum dão muito valor à opinião pública, fazem qualquer coisa para não chocá-la, preferindo contornar as suas diferenças com habilidade e diplomacia.

Oxum é o arquétipo daqueles que agem com estratégia, que jamais esquecem as suas finalidades, atrás da sua imagem doce esconde-se uma forte determinação e um grande desejo de ascensão social.

Têm uma certa tendência para engordar, a imagem da gordinha risonha e bem-humorada combina com elas. Gostam de festas, vida social e de outros prazeres que a vida lhes possa oferecer. Tendem a uma vida sexual intensa, mas com muita discrição, pois detestam escândalos.

Não se desesperam por paixões impossíveis, por mais que gostem de uma pessoa, o seu amor-próprio é muito maior. Elas são narcisistas demais para gostar muito de alguém.

Graça, vaidade, elegância, uma certa preguiça, charme e beleza definem as filhas de Oxum, que gostam de joias, perfumes, roupas vistosas e de tudo que é bom e caro.

Verger define: O arquétipo de Oxum é o das mulheres mais graciosas e elegantes, com paixão pelas joias, perfumes e vestimentas caras.

O lado espiritual das filhos de Oxum é bastante aguçado. Talvez por isso algumas das maiores Yalorixás da história do Candomblé tenham sido ou sejam de Oxum.

Muito Axé e Amor a todos !!!

  1. Guilherme Oliveira disse:

    A Graciosidade da mensageiras de Oxum em nossos terreiros é sem comparação, toda Beleza e Amor que elas vem trazendo que nos lava Espírito e a Mente de toda maldade, ódio, orgulho, egoísmo e outros sentimentos negativos. Nos abre os olhos para o melhor da vida, que é o Amor, o Bem e a Felicidade, que temos levar no nosso dia-a-dia.

    Que a Nossa MaMães OXUM, Abençoe a todos Nós, e que ele Regue sempre nossos Corações com Muito AMOR…

    Axé A TODOS. :¬)

  2. Rose disse:

    Salve, a Umbanda e a todos meus irmãos!
    Que todos ao lerem a mensagem acima, reflitam sobre as jóis da Mãe Oxum…

  3. Andrea Vieira disse:

    Me sinto pequena pra falar dessa Orixa, Mamãe Oxum…Principalmente tendo a oportunidade de estar no Batizado na cachoeira, no Reino dela!!! A sensação é inexplicável…só sei dizer que voltei com a presença e o amor dela!!!
    Muito obrigada por me permitir fazer parte desta casa Sagrada de Oxum!
    Axé
    Andrea Vieira

  4. Anderson disse:

    Quando Mamãe Oxum vem no terreiro, sua força e sua beleza se faz sentir até no mais isensível dos mortais, é difícil segurar o choro e o encantamento quando ela dança, é total.

    Eu vi Mamãe Oxum no meu terreiro
    Veio enfeitar o meu Conga
    Com o lírio branco
    Que ela apanhou lá no Juremá

    Ora ie ieu Mamãe Oxum

  5. Silvana disse:

    Como é bom estar em uma cachoeira! Como é bom sentir toda a plenitude da ação desta Mãe tão amorosa! Como é bom poder usufruir de todo o amor que Ela nos emana! Sentir o coração bater mais forte e a emoção de se banhar em Suas águas! É muito bom! E para que tudo isso continue é necessário que seja preservada a natureza com o que há de mais puro e limpo. Nosso Pai Olorum nos deu a natureza com seus pontos de força para que sejam usados com consciência e alegria.
    Axé a todos.

  6. Helena disse:

    Salve a Nossa Mãe Oxum, que possamos respeitar o seu campo sagrado e divino!
    Que possamos demostrar nosso amor as suas forças com mais respeito, mas amor ao próximo.

  7. Rafael Baialuna disse:

    Tenho a felicidade e a honra de ter querido Orixá como madrinha espiritual. Vou resumir meu comentário a agradecer a belissima mensagem transmitido no texto. Se cada um fizer sua parte, seja recolhendo seu próprio lixo e aconselhando o companheiro ao lado, poderemos ver as cachoeiras como devem ser sempre: limpas, com muito axé e paz!

    Beijo grande! Raramente comento, mas estou sempre apreciando e ansioso por seus excelentes textos. Axé!

  8. eu amo minha mae oxum que ela esteja no caminho de todos com a mesma intesidade que esta no meu coraçao oraeieie

  9. Cristina Teixeira laranjo disse:

    Que todo este amor de nossa mãe Oxum se derrame em forma de bênçãos sobre vc neste teu dia especial e que você possa ainda tecer muitos textos iguais a este para esclarecer, ensinar e fazer com que todos amem sempre mais a nossa Umbanda.
    Muito axé e paz !!

  10. Catia disse:

    Começarei com uma frase que para mim faz todo o sentido: “SOMOS UM” então sujar,desrespeitar um santuario como as cachoeiras, mares, florestas e que ainda estamos sujos por dentro. Nossa alma está suja ,precisando das aguas doces de nossa mãe Oxum para purificar.E quando a maioria não tiver esta consciencia que desrespeitando não seremos respeitados e agraciados pelos Orixas. Que possamos ter mais Amor por nós e este amor se expanda por todo o Universo.

  11. Maria Silvia Souza disse:

    Depois de uma semana onde a cachoeira foi o ponto principal, como aceitar que as pessoas ainda não tenham consciência e continuem a poluir o nosso planeta? Que o amor de Oxum faça com que todos entendam que tudo o que fizermos contra a natureza será revertido para nós.Que possamos respeitar o seu campo sagrado e divino, nos mantendo em amor, somente amor.
    Salve a Nossa Mãe Oxum.

  12. Julieta Maria disse:

    Estou conhecendo a Umbanda agora, aprendendo a sentir, amar e respeitar a Umbanda. Já visitei várias cachoeiras em minha vida, mas nunca senti a emoção e a energia de uma cachoeira como senti no dia do batismo. É realmente energia vinda da mãe Oxum, o amor dessa Mãe que acalanta e esquenta nosso corpo e espírito.
    Axé

  13. vania regina disse:

    MINHA QUERIDA MÃE MONICA, é lamentavel mesmo tanta ignorancia ao ver tamanha perversidade contra a natureza, MAS NÃO ACREDITO QUE EU SENDO UM GRÃO CONSIGA ALERTAR UMA DUNA, ou seja ja fui com minha humilde oração a casa de minha mamãe OXUM, e me deparei com a sujeira grão ervas e descarregos, presenciei uma mãe de santo com 30 anos de experiencia dizer ao filho meio lá meio cá, VAMOS FILHO, OXUM ESTA FELIZ E RELUZINDO POR SUA OFERENDA, POR SUA COROA LIMPA POR SEUS APETRECHOS A ELA CONSAGRADO, agô minha mãe, mas onde OXUM estaria feliz com aquela lambança, sempre ensinei aos meu seguidores, mesmo sendo eu não ativa em qualquer casa terreiro ou institutos, sou intuida a fazer as oferendas, ensino que não precisa ser exagerado não precisa ter um tamanho maior ou nem precisa se gritar ao santo orixa e até mesmo DEUS, quando se quer agradar o espirito quando se quer doar algo, ou até mesmo em pedidos, devemos ser humildes tambem,, ajoelhar conversar de espirito a espirito, ja é um grande benção aos orixás….e quando estamos em aflição pedimos, quando me acho em divida eu agrado e quando eu estou bem eu agradeço…e quando nada preciso pedir eu ESTOU COM ELE TAMBEM,AGRADECENDO DO MESMO JEITO..NADA TÃO FEIO COMO ESSAS ENTREGAS CARISSIMAS UM MONTE DE PRATOS ADORNOS E TUDO QUE SE ACHA QUE SERÁ MAIS VISTO DOQUE UMA SIMPLES LAGRIMA, LAGRIMA ESSA QUE SE VIER DO CORAÇÃO TRANSPASSA A FORÇA DO CORPO E CHEGA NA DIMENSÃO DO ESPIRITO EM ALTA VELOCIDADE…..

    AMO MINHA MAMÃE OXU, E A TODOS QUE COM ELA COMPARTILHAM MINHA ALEGRIA MINHA DOR E MEU VIVER, E NO SILENCIO DE MINHA BOCA CONSIGO TRANSMITIR A ELES O GRITO DA MINHA ALMA….

    MÃE MONICA, MEU AXÉ MINHA ALEGRIA E MINHA GRATIDÃO ETERNA POR TER VOCE EM MINHA VIDA, MESMO SENDO VIRTUAL, NOSSOS ESPIRITOS SEMPRE SE ENCONTRAM PARA CONCILIAREM ESSA LUZ QUE TEMOS EM COMUM.

    DEIXO PARA TI O MEU CALOR HUMANO E A SUA DISPOSIÇÃO QUANDO DE MIM PRECISAR..

    LUZ MUITA LUZ SEMPRE

    NANA

  14. Rose Ramalho disse:

    otimo texto. concordo em genero, numero e grau com a mensagem. por isso no meu centro nao fazemos mais oferenda, todo o dinheiro que deveria ser usado na oferenda doamos a uma creche ou asilo para que seja realmente usado em beneficio do proximo. ajoelhamos e energeticamente agradecemos a mamae oxum… como sempre um texto surpreendente. parabens.

  15. Ivone Macrini disse:

    COMO É BOM DEPARARMOS COM TANTOS IRMÃOS [ÃS]QUE PENSAM E AGEM COMO NÓS ,E COMO GOSTARIAMOS QUE TODOS AGISSEM.POIS É NO GRANDE AMOR QUE PODEMOS ENTREGAR À MÃE DO AMOR TODA OFERENDA QUE TEMOS EM NÓS ,AI SIM SEREMOS TODOS ESPIRITUALISTAS AMANDO E RESPEITANDO A VIDA NA MÃE NATUREZA,COMO SEMPRE MAIS UMA VEZ OBRIGADO MÃE MONICA

  16. Luciane Santos disse:

    Acredito que ninguém viva ou sobreviva sem o Axé de Mamãe Oxum, e que se as pessoas entendessem o real valor dessa força, jamais teriam essas atitudes irresponsáveis….

    Que essa Mãe faça valer de seu Poder, e que nós seus filhos saibamos valorizar o quão grandioso é sua essência em nossas vidas, sem Oxum nada Somos…. e nada do que fazemos tem sentido…

    Salve Mamãe Oxum !….

  17. Bruno disse:

    Muito carinho e respeito na hora de saudar mãe Oxum. Aliás, nosso máximo respeito é o mínimo que podemos fazer em retribuição a tanto amor. Umbanda tem fundamento, vamos estudar e praticar.

    Axé!

  18. Guilherme Barbosa disse:

    O conhecimento sustentável é não só a solução para a evolução da Umbanda mas também da nossa humanidade da forma como conhecemos. Um verdadeiro absurdo uma religião colaborar com a poluição de nossos mananciais e de qualquer ponto da Natureza, uma total falta de respeito com os nossos tão sagrados Orixás.

    Sou a favor de oferendar, e muito, nossa mãe Oxum com Amor ao próximo, oferendar Yemanjá respeitando a nossa vida e a do planeta, Ogum sendo pessoas mais determinadas, Xango buscando sempre o equilibrio, teimosia na Fé e não julgamento. Vamos oferendar Obaluayê com nossa sapiência e Oxalá com nosso perdão… só assim seremos verdadeiros exemplos de religiosos e, principalmente, de umbandistas!

    Axé!

  19. Emilio disse:

    Falar de nossa grande Mãe Oxum é falar com alegria, docura, e com muito AMOR. Um sentimento muito complexo, mas ao mesmo tempo forte, sincero, sem explicação e verdadeiro.
    Acho que o texto deixa claro a força dessa Orixá, e com isso a lição de não destruirmos ou sujarmos os campos de força da natureza. Lembrando que recebemos tudo que é de nosso merecimento, ou seja, o que vamos receber de nossa mãe se vamos no seu ponto de força para sujar!!!
    Fico feliz de saber que estamos multiplicando essa consciência de preservação e assim podendo fazer e mostrar realmente o que é a UMBANDA CARISMÁTICA.
    Axé a todos!

  20. Rosa disse:

    Quã fiquei alegre ,quando estava na cerimonia do amacy em juquitiba há anos atrás e fomos na cachoeira,e como cambona,recebi minha Mãe Oxum e ela me adentrou embaixo de suas águas,foi emocionante e surpreendente,fiquei estaziada,feliz,emocionada…hoje fico triste ao ir em cachoeira ou mesmo próximo a rios e ver que o ser humano num geral,não se respeita e nem mesmo a nossa natureza,triste,pois,precisamos de tudo isso,ar,águas as matas…que eles tenham piedade de nós que tentamos ser mais realistas para manter limpos as matas e rios,e todos esses que não entendem ou não querem entender que precisamos hoje e nossos filhos e netos também vão precisar… axé a todos

  21. Cássia disse:

    Salve Mamãe Oxum…Que derrame sobre nós o vosso amor e assim unir-nos ao amor puro e verdadeiro….Oraieîêu Mamâe Oxum…

  22. Alfredo disse:

    Que o sentido de amor, a agregação possa estar presente dentro de nós, Que o Axé de mamãe Oxum possa nos conceber e nos recompensar na medida do nosso amor trabalhado e expandido . Que suas águas ativas e energéticas crie e nos recrie a cada instante, curando nosso emocional, através de nossos perdões… …….

  23. vania disse:

    linda a mensagem sobre nossa querida mãe Oxum.parabéns pelo trabalho de vcs!!!!!!!!!!!!!muito AXÉ!!!!!!!!!!!!!!!!!

  24. alexandre disse:

    Mãe Monica…
    Como sempre aprendemos novas lições em seus artigos…devemos lembrar que o combate a sujeira nas cachoeiras de nossa doce e encantadora mãe Oxum, deve estender tambem a todos os outro sítios naturais; as pedreiras de Xangô , as Matas de Ossain, Oxossi e de caboclos, as fontes de Nanã, aos oceanos de nosso povo d’agua e nossa Mãe Iemanjá…
    ..ser umbandista e amar a Umbanda e antes de tudo respeitar e amar a natureza.

  25. Ana Maria disse:

    Precisamos ser incansáveis nessa batalha contra a depredação da Natureza.

    Como entender religiosos oferendando Mamãe Oxum com elementos como flores, velas, comidas, etc, etc, e deixando o “resto” da festa na casa do amor, da beleza, da candura, da meiguice, da purificação. Mais, impedindo que essa força siga adiante, e como diz o texto, levando e distribuindo pelo mundo sua água que mata a sede.

    Vamos nos conscientizar e fazer nossa parte. Vamos mostrar ao mundo que a Umbanda é Natureza sim, e que A respeitamos.

    Que as sagradas águas das cachoeiras possam banhar e purificar os corações dos filhos da terra, que recorrem a Mamãe Oxum.

    Saravá Mamãe Oxum! Oraieiêu!!!

  26. Luciana Reis disse:

    Parabéns Mãe Mônica!
    Parabéns por seus trabalhos serem sempre puros e verdadeiros , zelando pela natureza.
    A existência destes umbandistas que perturbam a verdadeira energia dos sagrados com suas mazelas, sujando a natureza, está na falta de conhecimento e sensibilidade; não sabem que para oferendar um orixá será necessário ter leveza e pureza em seus corações, se não de nada adiantará suas oferendas…
    Imagino que para oferendar nossa Mãe Oxum, para alcançar esta energia pura e divina, teremos que buscar esta limpeza interior.
    …. Tive uma experiência maravilhosa e marcante oferendando um orixá: um certo dia um guia pediu que eu encontrasse um pé de rosa branca, não podia ser de jardim, nem plantada, teria que ser na natureza, em São Paulo; depois de perguntar para várias pessoas aonde encontraria este pé de rosa, “encontrei” em um morro! lá estava este pé de rosa, sozinho no meio do mato.
    Fui tomada por uma alegria que não dá para descrever, por uma força dentro de mim confirmando a existência dos nossos guias, naquele momento só pensei em agradecer por tamanha beleza, foi pedido para derramar perto daquela rosa alfazema.
    Acredito que oferendar um orixá tem que ser especial! Sujando a natureza a única coisa que se consegue é a indignação de todos, nada mais.
    Estou a cada dia muito grata por freqüentar vossos trabalhos, passei por momentos maravilhosos após o batizado, que lindo! Que bonito é ser Umbandista quando estamos sendo orientado de maneira correta…
    … O batizado trouxe a paz de espírito, a paciência, acreditar, aumentar a fé…
    Salve a nossa Mãe Oxum!!!
    Obrigado a todos!

  27. marco antonio apostolo valero disse:

    Esta na hora destes¨”umbandistas” respeitarem a natureza , pois com já foi dito, a natureza é a biblia do umbandista.
    Na natureza está toda a beleza da criação de Deus.
    Se nos a sujamos e devastamos este ofendendo a Deus e a todos os orixas, pois eles querem um ambiente saudavel par eles e para nos.

    Muito axé a todos.

  28. Maria Dolores disse:

    Parabéns, sensacional esse esclarecimento, sujeira nas cachoeiras, essas oferendas é o que causa o preconceito. Estou conhecendo melhor a umbanda nesse abençoado site. Aqui na minha cidade tem varios pais e mães de santo que se dizem umbanda, mas são uns sujadores de cachoeiras e matas, e cobram caro de quem vir a precisar. Que Deus os abençoe.

  29. Recordo-me que em um dia de gira , eu fazia parte da assistência e ali sentada observando a manisfetação de nossa mãe Oxum nos trabalhos, que delicadamente abraçava cada um dos médiuns, parecia ser muito bom, transmitia paz, acalento ao coração.
    De longe imaginava o quanto seria bom ser envolvida por tanto amor, o carinho que estava ali naquele abraço era perceptivel, todo aquele aconchego de mãe.
    Nossa como e maravilhosa sua manifestacão, e a três anos atrás tive a benção de me batizar pela primeira vez na Umbanda e ter como minha madrinha Oxum, ser agraciada e amparada por seu amor divino e intenso.

    Salve nossa mãe OXUM
    Axe

  30. Solange disse:

    É muito triste ver a poluição e a destruição fazendo parte de paisagem das matas, rios, cachoeiras, e mesmo nas praças públicas. Preservar a natureza é dever de todos, sejam Umbandistas ou não, é de nos deixar indignados ver vários elementos utilizados nas oferendas sendo deixados para sujar e apodrecer nos locais, deveria haver maior orientação do que se poderia ou não recolher dessas oferendas, talvez assim, não agredisse tanto aos olhos das pessoas que não conhecem nossa religião, preservar os pontos de forças é dever de todo Umbandista, aposto que todos querem receber o Axé de um local limpo, puro e preservado não é mesmo? Façamos a nossa parte.

  31. Valdemir Lima disse:

    Mãe Mônica vem mais uma vez nos ajudar a despertar uma Umbanda consciente nos seus vários aspectos .
    Precisamos realmente despertar esta consciência de “Onde, Quando , Como , Porquê e Quanto” no momento de nossas solicitações , de nossas verdadeiras necessidades , de nossas oferendas perante os Guias e Orixás .
    Valores , Quantidade e Necessidades (materiais ou não) estão muito mais ligados a vícios da matéria do que ao verdadeiro sentimento gerado em nós por nossa Mãe OXUM ; e sempre trazem na bagagem um “querer a qualquer custo” que não mede consequências do mal que se possa estar causando aos pontos de forças dos Sagrados Orixás , muito menos à encarnados ou desencarnados .
    Que nossa Mãe Oxum desperte em nós a verdadeira essência deste AMOR .
    E que através de exemplos e de textos com este possamos ter consciência disso tudo .

    Axé .
    Oraieieu Mamãe Oxum .

  32. Cida Luz disse:

    Conforme vou lendo sobre Mamãe Oxum visualizo em meu imaginário essa figura tão carinhosa e me sinto envolvida por seu amor além de muito protegida.
    Oraieieu Mamãe Oxum.

  33. Jacky disse:

    Oraieieu, Mamãe Oxum. Minha querida mãe, amorosa mãe. Todo amor a todos que como eu ainda, estão em um aprendizado, nesse caminho…
    Que possamos conceber o amor em nós e no mundo na percepção criativa da humanidade, para que essa força seja como sempre infinita, nos protegendo auxiliando, através dos elos que formamos e da natureza que nos cerca.
    Que do seu espelho possamos perceber que só refletimos o que já existe dentro de nós. Salve, minha mãe de amor.
    Axé! Mtos bjs.
    Muito obrigada.

  34. Julliana disse:

    O que seria de nós sem o amor ? O que seria de nós se não pudéssemos amar nosso companheiro, nossos pais, nossos filhos, nosso trabalho, nossa religião… Se não conseguíssemos levantar de manhã e amar o dia que inicia, o bichinho de estimação, o companheiro de trabalho, a senhora do ponto de ônibus …..

    É, sem o amor seria tudo muito chato. Sem Oxum nossas vidas seriam completamente sem sentido!

    Oraieiêu Minha Mãe !!!

  35. Katia Afonso disse:

    Oxum é amor, e quem ama cuida, então devemos cuidar do campo sagrado dessa Orixá.
    Salve nossa Mãe Oxum.

*