30

Muito Obrigado e Axé!!!

Digo sempre que nosso espírito, nossos sentidos e sentimentos falam e se manifestam de várias formas, seja por movimento corporal, por reações involuntárias do nosso organismo, por sonhos, entre outras maneiras. Mas a que mais me chama atenção e me surpreende é a manifestação que acontece quando nos pegamos, surpresos, cantando determinada música.

É fantástico perceber que muitas vezes a letra da música que está sendo cantarolada por nós, quase que inconscientemente, está dizendo algo do nosso espírito ou para o nosso espírito, está refletindo ou apaziguando nossos sentimentos ou aflorando nossos sentidos. Entendo esse momento como um “Grito d’Alma” interagindo com nossa vida que é, muitas vezes, tão sistemática e fria.

É muito legal perceber esses momentos, perceber esse canto do espírito e perceber que nosso espírito está agindo e reagindo intimamente e fervorosamente em nós, a favor de nós e através de nós.

Eu mesma, muitas vezes, recebi respostas nesses momentos, compreendi meus sentimentos e me alimentei dos bons conselhos de uma bela música.

E hoje, sexta feira, um dia especialmente ESPECIAL para mim, compartilho essa música que por algumas semanas alimentou meu espírito, ou melhor, manifestou o Grito da minha alma diante de tanta grandeza que é a Umbanda, todo seu Sagrado e todos seus fiéis umbandistas.

Frases como: ‘Isso é pra te levar no meu terreiro; Pra te levar no altar; Isso é pra te levar na fé’ foram e estão sendo minha inspiração diária diante de tudo que estava acontecendo e o que ainda está por vir.

Sei que parece estranho, mas como diz a música ‘Quem tem santo é que entende, quanto mais pra quem tem Ogum, Missão e Paz, quanto mais pra quem têm ideais e os Orixás’.

É grandioso!

É viver e vivenciar, alimentar e se alimentar do Divino.

É acreditar na iluminação do ‘mirin orumilá’.

É ser Feliz, Plenamente Feliz.

Compartilhando, Realizando, Manifestando e Amando a Umbanda.

É parar de brigar, reclamar, lamentar, lutar…

É jogar as armas prá lá e fazer a festa!

É trazer a orquestra, os tambores e o Axé pra perto de nós…

É jogar as armas pra lá…

É acreditar!!!

Afinal, quem tem ‘Ogum, Missão e Paz’ sabe que o sol vai aparecer, vai brilhar e brindar a nossa FÉ. Sabe que a água vai nos aquecer, que as lágrimas vão escorrer, que o corpo vai tremer, que o espírito vai renascer e que o Caboclo Vai Agradecer.

Muito Obrigado Axé (com Ivete Sangalo)

Maria Bethânia

Composição: Carlinhos Brown

Odô, axé odô, axé odô, axé odô
Odô, axé odô, axé odô, axé odô

Isso é pra te levar no ilê
Pra te lembrar do badauê
Pra te lembrar de lá

Isso é pra te levar no meu terreiro
Pra te levar no candomblé
Pra te levar no altar

Isso é pra te levar na fé
Deus é brasileiro
Muito obrigado axé

Ilumina o mirin orumilá
Na estrada que vem a cota
É um malê é um maleme
Quem tem santo é quem entende

Quanto mais pra quem tem ogum
Missão e paz
Quanto mais pra quem tem ideais e
Os orixás

Joga as armas prá lá
Joga, joga as armas pra lá
Joga as armas pra lá
Faz a festa

Joga as armas prá lá
Joga, joga as armas pra lá
Joga as armas pra lá
Faz um samba

Joga as armas prá lá
Joga, joga as armas pra lá
Joga as armas pra lá
Traz a orquestra

Joga as armas prá lá
Joga, joga as armas pra lá
Joga as armas pra lá
Faz a festa

Muito Axé e um final de semana muito especial a todos !!

  1. Teresinha BM disse:

    Ahhh Mãe ! É isso mesmo! A Umbanda tão linda, tão plena, tão grandiosa, se manifesta por muitas maneiras, é só ter olhos pra ver, ouvidos para escutar… é só estar aberto e perceber sua manifestação, na grandiosidade da montanha, no perfume da mata ou no simples olhar de alguém desconhecido na rua…e se alimentar do DIVINO !
    E hoje, sexta feira, mais que especial… hoje é dia de nos desarmarmos e fazermos uma grande festa!
    Festa regida pelos Orixás, abençoada por todo o Povo da Aruanda !
    Muito Axé a todos !

  2. TERESA disse:

    Axé a todos,
    É Mãe Mônica, só quem tem Santo, Ogum e os demais Orixás é que pode compreender a verdade destas palavras cantadas tão lindamente.
    Obrigada mais uma vez por compartilhar conosco mais um momento tão mágico.
    Axé e joguem as armas pra lá e façam a festa…

  3. Helena disse:

    Posso dizer que passei 29 anos da minha vida buscando respostas, com a sensação de que algo me faltava, agradeço a Ogum por ter me guiado até a Umbanda. Hoje, aquelas perguntas que me induziam a me perguntar na frente do espelho com 7 ou 8 anos de idade quem eu era e o que eu estava fazendo na Terra, hoje são certezas… “Quem tem santo é que entende”

    Salve a nossa Umbanda! Salve a nossa Missão!

  4. Valdemir Lima disse:

    Obrigado Mãe Mônica pelo “BomDia” inspirador .
    Muito de mim é movido por música , e este poder mágico , transformador e “mensageiro” como a Senhora citou , que gira em torno da música tem papel super importante dentro da nossa Umbanda.
    Como disse , inspirador ver (e ouvir) os Encantos da nossa religião sendo mostrado por um clip de imagens simples , porém lindas , e pela melodia e vozes de maravilhosas cantoras do nosso cenário musical , numa letra tão simples e tão bonita .
    … Umbanda é isso …
    … e hoje é sexta-feira … quem tem Santo é quem entende … Isso é pra te levar no meu terreiro .

    AXÉ.

  5. Julliana disse:

    Vivo cantarolando coisas, mas nunca tinha pensado que aquela música que não sai da cabeça pode me mostrar algo. Faz todo o sentido e agora vou prestar mais atenção nesta forma de falar da Alma.

    Essa foi uma excelente maneira de começar a sexta feira para quem tem Ogum, Missão e Paz !!

  6. Luciane Santos disse:

    Alguns dos melhores momentos em minha vida tem memoria musical, e isto desde criança…. essa “coisa” magica de cantarolar, muitas vezes vem assim meio sem querer, e no que diz respeito a nossa Religião isto tem um significado ainda mais forte.
    Hoje ao abrir o blog em busca da inspiração diaria, fiquei emocionada e surpresa por tamanho presente… a musica é linda, e sua letra diz muito a nós que seguimos nessa jornada.
    “Quanto mais pra quem tem ogum…Missão e paz …Quanto mais pra quem tem ideais e Os orixás”

    Putz!….como é grandioso ser filho de Orixá !

    Mãe Mônica, esta sexta -feira ganhou um “gostinho” ainda mais especial…. obrigada pelo presente!

    Axé a todos.

  7. Alfredo disse:

    Diferentes realidades culturais, tais como a música, a poesia, a pintura, etc.. reflete o estado de espírito do autor e consequentemente de seu público alvo. Quem já não chorou por um amor não correspondido e se afundava cada vez mais em lindas mas torturantes canções para o momento. Considero a arte a porta voz de nossa mais profunda realidade, seja de luz ou de sombra; é através desta subjetividade que nos conhecemos e entendemos a objetividade da vida, é a maneira de exteriorizar ou se identificar dentro de um contexto muitas vezes até então inatingível. Especificamente não consigo dissociar a Umbanda e o próprio Candomblé da música, afinal temos o “pézinho lá” ou é mentira? Que orgulho!!!!!!!!!!! Rezar é sentir e não há melhor maneira de sentir se não for pela música , através de prosas e versos cantarolamos o quê nosso íntimo não acha palavras ou respostas…..( GRITO DA ALMA)…..
    Na música choramos nossa dor em lindas melodias, readquirimos nossas forças em calorosos ritmos e a tão bela harmonia fundamenta a alegria que só o povo santo tem.
    Salve todos músicos, populares ou eruditos, nossos compositores e todos que os acompanham como fonte inspiradora, que para mim esta inspiração divina tem nome……Axé

  8. Ana Maria disse:

    Que presente maravilhoso!!! Linda essa música. E que poder tem em suas palavras… e é assim que vejo e sinto a Umbanda – forte, linda e rica dentro de uma simplicidade tão gritante que é impossível não arrepiar o corpo e deixar rolar as lágrimas de pura emoção.

    Seu texto Mãe fez cair muitas fichas aqui. Ser filha de Orixá é jogar as armas prá lá, é caminhar na missão e paz, trabalhando pelos meus ideais e sempre amparada pelos Orixás.

    Ogunhê meu Pai Ogum por todas as benções que recebo. Obrigada Mãe por mais este “presente” de luz e sabedoria.

    Salve a Umbanda !!! Salve todo o Povo de Aruanda !!!

  9. Cida Luz disse:

    Há pouco tempo cheguei na Umbanda, porém em uma viagem para Salvador vi as imagens dos Orixás numa praça. Fiquei tão encantada com aquelas figuras, mas nada sabia sobre Elas. A Umbanda vem me mostrando um lindo caminho. Percebo agora as músicas que me vêem como mensagens, depois de ler este texto. O Mundo Espiritual é sutil e encantador.
    Axé.

  10. João Carlos disse:

    Axé Mãe Mônica, as musicas, as letras, os nossos belos pontos às vezes veem ao nosso encontro como um grito de alegria, um grito de fé, um grito de alerta, uma inspiração, precisamos estar com a paz de espirito dentro de nós para poder entender o momento, o significado, o aviso. Que possamos estar sempre em paz, alegres e poder ver e sentir no simples canto de um pássaro, no som de uma bela cachoeira, no quebrar das ondas do mar, no vento a acariciar as matas a melodia mais linda que é a manifestação pura do amor de Olorum.

  11. Maria Silvia Souza disse:

    Desde pequena minha vida foi regida pela música. Grandes momentos, grandes músicas. Grandes conquistas, mais música. Momentos não tão felizes e a música sempre acompanhando. Lembro de cantar o tempo todo, apesar de desafinadamente, porém o canto me fazia flutuar para outros mundos, outras realidades, me fazia viver o inesperado, o impossível, o inatingível. Fazia o céu ficar mais perto de mim e o coração maior, muito maior.
    Nossa mãe, que bacana saber que a música nos traz respostas. Tenho várias músicas guardadas em minha memória e várias músicas a serem descobertas.
    Que coisa mais linda isso….
    …….”Afinal, quem tem ‘Ogum, Missão e Paz’ sabe que o sol vai aparecer, vai brilhar e brindar a nossa FÉ. Sabe que a água vai nos aquecer, que as lágrimas vão escorrer, que o corpo vai tremer, que o espírito vai renascer e que o Caboclo Vai Agradecer”…….
    Axé a todos.

  12. Solange disse:

    Axé Mãe Mônica, minha tarde está completa por mais este presente, sei que o dia ainda não terminou e grandes emoções ainda nos aguardam, estou me preparando com o coração feliz, “Compartilhando, Realizando, Manifestando e Amando a Umbanda” e para completar usarei suas palavras:
    Ogum, Missão e Paz’ saber que o sol vai aparecer, vai brilhar e brindar a nossa FÉ. Saber que a água vai nos aquecer, que as lágrimas vão escorrer, que o corpo vai tremer, que o espírito vai renascer” – Obrigada por tudo minha Mãe!

  13. mauro henrique de oliveira disse:

    Quando Deus age em nossas vidas,os anjos proclamam em vós alta, esta matéria é linda,e o vídeo vem a completar,estou muito feliz em receber estas belas mensagens, desculpe meu mal jeito,mas todo este trabalho que vcs fazem só nós enriquece cada vez mais (Parabéns, e Obrigado pela atenção) amo vocês em cristo

  14. fatima silva disse:

    Em pouco mais de dois anos vivendo os ensinamentos da umbanda ainda me surpreendo com matérias como essa que que parecem ser a resposta enviada para o momento que estou vivendo diretamente de papai Ogum.
    Querida mãe Mônica, a cada dia que passa mais a reconheço como mensageira dos orixás nos enviando carinho, conforto e até “puxões de orelha” na hora certa! À senhora o meu obrigada especial dessa filhinha de Ogum.

  15. Bruno disse:

    Nada como uma bela mensagem em forma de música para alimentar nosso espírito. Eu que sempre fui muito ligado em música, há algum tempo descobri belas mensagens em músicas falando de nossa Umbanda, nossos Sagrados Orixás e nossos queridos guias espirituais. Hoje já é comum acordar com uma determinada música na cabeça e sair cantarolando-a em pensamento. E ela sempre se encaixa muito bem com o momento, sempre vem com um sentido e algo a me dizer. É grandioso! quem tem Santo é que entende …

    Axé!

  16. Guilherme Barbosa disse:

    Inspirador!!

    Muito bom ter Ogum, missão, paz, ideais e Orixás! Não dá pra não agadecermos pela condição que nos encontramos, afinal, temos santo e entendemos perfeitamente!

    Que possamos levar cada vez mais pessoas para nosso terreiro, para o nosso altar!

    Muito Axé

  17. sueli ambrosio disse:

    Boa Noite, Mãe Monica.

    Não frequento a Umbanda, embora tenha muita vontade, gosto e respeito muito.
    Vivo uma busca espiritual muito grande, e como sou ciente da minha mediunidade, há sempre um conflito espiritual em minha vida. Sobre a música, lembrei-me que nos dias em que estou sentindo uma paz muito grande, me sentindo leve e com mais coragem para o enfrentamento da vida,são os dias em que começo cantarolando “Meu Pai Oxalá”, música do Toquinho e Vinicius, ou “Mãe Menininha do Gantoise”. Essas duas músicas me colocam em uma intimidade muito grande com a espiritualidade. Elas surgem do “nada” e fico o dia todo cantarolando. Vou prestar mais atenção a esses recados, talvez encontre um caminho.
    Obrigada.

  18. Ivone Macrini disse:

    Mãe Mônica não vou dizer muito, apenas: MUITO OBRIGADO E AXÉ !

  19. Bruno disse:

    Muito lindo ……………. Umbanda felicidade , umbanda caridade , umbanda o prazer de viver e ajudar o próximo como a nós mesmos, umbanda é a alegria de viver e de ser feliz.
    Muito linda a mensagem parabéns

  20. Gisele disse:

    MUITO OBRIGADO, AXÉ…

    É impressionante quando cantamos musicas que, de alguma maneira, querem nos mostrar alguma coisa. Como eu sempre digo, QUEM CANTA SEUS MALES ESPANTA!!! Mas com certeza, devemos prestar atenção no que uma canção tenta nos mostrar, é JOGAR AS ARMAS PRA LÁ E FAZER A FESTA. E mais, frase como: “é pra te levar na fé” “Quem tem Santo é que entende, quanto mais quem tem OGUM, Missão e Paz”, vão ficar na minha mente.

    MÃE, é de coração que eu digo: MUITO OBRIGADO, AXÉ

  21. Eliana disse:

    Aqui nesse tópico de “Muito Obrigado e Axé” só tenho a agradecer!
    Agradeço a você Mãe, pela Conversão Religiosa da qual fiz parte na semana passada. Conversão que na verdade surtiu como um Batismo, intimou consciência e vontade.
    Umbandista eu sei que sou, não há outra realidade tão significativa em minha vida.
    Muito obrigada a Todos que de alguma forma contribuíram com gestos, ações ou palavras, proporcionando ao próximo uma aproximação dessa energia, dessa magia de terreiro, algo forte que inunda o corpo e se afiniza com a alma…estranho de se explicar.

    Muito Obrigada Pais e Mães Orixás, Forças Divinas que me encantam!!!

    Saravá!
    Axé!

    ps: ouvir Bethania é bom demais! Muito Obrigada e Axé!

  22. carla disse:

    obrigada!!!!!

  23. liliane l. lamela disse:

    Mãe Mônica, muito obrigada por você se dedicar um pouco do seu sábio tempo para nos ensinar sobre a nossa querida Umbanda!
    Um grande beijo

  24. Simoni Montoro (curso on line) disse:

    Lindo, gostei muito e me tirou algumas lagrimas, rsrsr

  25. Rosangela Fonseca disse:

    Desde a primeira vez que ouvi esta musica, fui profundamente tocada. A emoção da qual fui tomada, teve um significado muito grande e veio de encontro a solução dos problemas pelos quais estava passando; foi a manifestação do amor de Meu Pai Ogum e de todos os Orixás que fizeram com que eu superasse os meus problemas. Muito obrigada Mãe Monica.

    AXE!!!! QUE OGUM ILUMINE A TODOS!!!!!

  26. Emanuel disse:

    Boa tarde, sempre frequento o seu site e não perco nenhum post neste maravilhoso tema. Hoje sou umbandista e graças a Deus tenho a oportunidade de trabalhar em um centro toda a semana.

    Vendo o seu post gostaria de colocar uma explicação da letra da música, não é de minha autoria mas, achei ela muito interessante. Sou aquele umbandista que preciso entender a fundo para não ter uma fé incerta.

    Esta é uma música que reflete a diversidade étnica integrada.
    Historicamente o povo brasileiro foi constituído a partir da mistura. Somos Mult-étnicos, somos a mistura.

    Ao longo do tempo, o Brasil recebeu povos do mundo inteiro.
    A cultura de todos estes povos foi se misturando formando a cultura brasileira.
    Um processo dinâmico e contínuo que culmina numa diversidade cultural multi-étnica.

    Esta música de Carlinhos Brown interpretada por dois gênios da música baiana-brasileira Ivete Sangalo e Maria Bethânia, com seus estilos diversos, expressa muito bem esta diversidade, na mistura dos elementos culturais diversos da religião, das etnias, das festividades.

    De forma geral a música fala de gratidão e fé pela paz vivida a partir de sua religiosidade.

    Odô significa obrigado em yorubá e axé paz, equilíbrio entre forças.
    A música ressalta a necessidade de conexão com o sentimento de religiosidade para harmonia do ser.

    “Isso é pra te levar no ilê
    Pra te lembrar do badauê
    Pra te lembrar de lá

    Isso é pra te levar no meu terreiro
    Pra te levar no candomblé
    Pra te levar no altar

    Isso é pra te levar na fé
    Deus é brasileiro
    Muito obrigado axé”

    O termo Ilê quer dizer Casa. Logo te levar no Ilê quer levar para casa, origem.
    “Pra de levar no Candomblé” Candomblé, religião afro-brasileira formada a partir do sincretismo religioso que reúne elementos indígenas, africanos e católicos.

    A música usa a expressão “Deus é brasileiro” que quer dizer que o Criador não é exclusivo de nenhuma religião, nenhum povo e cultura, logo é “brasileiro” metaforicamente, considerando a multi-diversidade étnica dos brasileiros, que reúne os povos de todo o mundo em sua constituição. Deus em Yorubá é Olorum.

    Esta é uma proposta para percebermos sentido na diversidade exercitando o respeito as diferenças.

    “Ilumina o mirin orumilá
    Na estrada que vem a cota
    É um malê é um maleme
    Quem tem santo é quem entende

    Quanto mais pra quem tem ogum
    Missão e paz
    Quanto mais pra quem tem ideais e
    Os orixás”

    ‘Orixá’ desmembrando o termo significa Ori=cabeça, Xá=Rei, senhor. Senhor da Cabeça, ou mentor, anjo da guarda, guia…
    Mirim orumilá é um mensageiro. Observe o casamento entre um termo indígena (mirim) e africano (orumilá).

    “É um malê é um maleme”
    Malé – mulçamano africano. Maleme – pedido de socorro.
    Logo quem faz o convite está funcionando como mensageiro que socorre, que desperta para necessidade de voltar para as origens, para casa interior, para o Self, para integração.

    “Quanto mais pra quem tem ogum
    Missão e paz
    Quanto mais pra quem tem ideais e
    Os orixás”

    Ogum é o orixá guerreiro, aquele que abre caminhos.
    Logo a música diz que para quem desperta para a necessidade de harmonia, integração com suas origens, sua casa interior e tem vontade e se esforça para isso encontra apoio de Ogum, daqueles que abraçam a causa da liberdade, do respeito, que luta pelos ideais, pela paz e harmonia entre os povos.

    “Joga as armas prá lá
    Joga, joga as armas pra lá
    Joga as armas pra lá
    Faz a festa

    Joga as armas prá lá
    Joga, joga as armas pra lá
    Joga as armas pra lá
    Faz um samba

    Joga as armas prá lá
    Joga, joga as armas pra lá
    Joga as armas pra lá
    Traz a orquestra

    Joga as armas prá lá
    Joga, joga as armas pra lá
    Joga as armas pra lá
    Faz a festa”

    Por fim, sugere que nos desarmemos e nos harmonizemos como a música. Expressa no samba, na festa, na orquestra.
    Que joguemos “as armas prá lá” e que desarmemos o ‘Ego Imaturo’ de suas defesas egoicas.
    Que sigamos o fluxo de nossa verdadeira essência, de nossa Casa Interior, de nosso Ilê, para que então possamos dizer “Odô, axé, odô” – Obrigado, paz, obrigado!

    Por Marcelo Bhárreti

  27. Masque K.Ralho disse:

    Muito bom esse site!

  28. idelma gomes disse:

    Muito linda a letra dessa musica e o seu comentario em relacão da musica em nossa vida. As vezes me vem um ponto em minha cabeça fico cantarolando e mais tarde vem a resposta, porque estava cantando aquele ponto. È impressionante. Gosto muito de ler sua orientações. Muito Axé para toda a humanidade.

  29. Treyce disse:

    Amo essa música!!!!!
    Ela é mesmo maravilhosa!!!!!!!
    Fora o arranjo musical feito nela, é de arrepiar…..
    Bethania é Bethania né?????
    Filha de Iansã como eu!
    amo!

  30. Francisco J.Noronha Jr disse:

    OBRIGADO PELAS BELAS PALAVRAS.
    SOU FILHO DE OSSAIN, E QUE ELE LHE CONTINUE DANDO AS FOLHAS DA SABEDORIA.
    LI SUA MENSAGEM HOJE, 19 DE ABRIL DE 2011.
    ESTA TRISTE, POIS MEU CACHORRO; MEU UNICO COMPANHEIRO ESTA MAL DESDE ONTEM, TRISTE, QUIETO TOTALMENTE DEFERENTE DO QUE SEMPRE FOI. SUAS PALAVRAS ME FIZERAM LEMBRAR QUE SOU FILHO DO SENHOR DAS ERVAS, E CANTAROLANDO O CANTO DE OSSAIN FOI PASSEAR NA MATA AQUI PERTO DE CASA COM MEU CACHORRO, ELE COMEU VARIAS EVAS, VOMITOU, BEBEU AGUA DA BICA. E QUANDO CHEGAMOS EM CASA ESTAVA BEM MELHOU.
    OSSAIN IRÊ
    OSSAIN AGÔ
    OSSAIN IRÊ
    OSSAIN AGÔ
    OSSAIN MANDOU CAIA, CAIA ZUELÔ
    OSSAIN MANDOU CAIA, CAIA ZUELÔ

    OBRIGADA!!!

*