36

Vamos preparar um banho de ervas ….

Continuando nosso estudo sobre fundamentos e práticas Umbandistas, vamos hoje falar um pouquinho sobre outro ritual básico que é vital para a Umbanda: os banhos de ervas. Muitas pessoas têm duvidas sobre como preparar os banhos, se eles devem ser jogados na cabeça, que ervas podem ser utilizadas, se toda erva tem o mesmo efeito, e por aí vai. Vale lembrar que este é um assunto muito vasto e que cada caso é um caso, mas em geral podemos seguir algumas regrinhas e recomendações básicas. Vamos lá:

Os banhos de ervas são, de uma maneira geral, rituais onde utilizamos elementos da natureza com o intuito de que haja uma troca energética entre o indivíduo e esses elementos naturais utilizados. Os banhos de ervas servem principalmente para limpar as energias negativas, afastar influências negativas, reequilibrar, aumentar a capacidade receptiva do aparelho mediúnico e desobstrução dos chacras. Não somente os médiuns ativos na Umbanda devem tomar banhos de ervas, mas todos em geral podem e devem se beneficiar deste poder natural.

Os banhos de ervas secas devem ser preparados por infusão, ou seja, essas ervas devem ser colocadas em uma vasilha com água fervente que será tampada e permanecerá assim por pelo menos 15 minutos. Lembrando que ervas secas não devem ser fervidas e que precisam ser ativadas antes de serem utilizadas. A ativação de ervas secas se faz amassando-as e apertando-as um pouquinho entre as mãos. Os banhos de ervas frescas devem ser preparados por maceração, ou seja, as ervas frescas devem ser colocadas em um recipiente com água e maceradas por alguns minutos. Caules, raízes mais grossas e talos duros (como as espadas) devem ser fervidos por um período médio de 30 minutos. Os banhos de ervas devem ser tomados depois do banho higiênico, podem ser coados e devem ser preparados sempre com um número ímpar de ervas. Para potencializar o poder energético dos banhos podemos utilizar águas naturais como água de chuva, de cachoeira, de rio ou de mar.

Existem algumas categorias de banhos:

  • Banho de Descarrego: Serve para livrar o indivíduo de cargas energéticas negativas. Estamos o tempo todo em contato com diversas pessoas e ambientes onde o mal e as energias negativas são abundantes. Por mais que nos vigiemos ora ou outra baixamos nosso nível vibratório e imediatamente estamos entrando nessa egrégora de energia negativa. Se não nos cuidarmos vamos adquirindo doenças, distúrbios e podemos até ser obsediados, por isso o banho de descarrego é fundamental. Há dois tipos de banho de descarrego: o banho de sal grosso, que lava toda a aura desmagnetizando a pessoa (Este banho é muito eficiente para descarrego, porém não deve ser jogado na cabeça e após este banho deve se tomar imediatamente um banho de ervas para equilibrar as energias, uma vez que ele realmente é capaz de tirar toda a energia da aura) e o banho de ervas de descarrego, que tem efeito mais duradouro e consequências maiores que o banho de sal grosso pois algumas ervas são naturalmente descarregadoras e sacodem energeticamente a aura de uma pessoa eliminando grande parte das larvas astrais e miasmas. Para preparar este tipo de banho devemos utilizar ervas quentes como arruda, guiné, aroeira, folhas de fumo, entre outras.
  • Banho de Defesa: Serve para a manutenção energética dos chacras impedindo que eles se impregnem de energias nocivas em determinados rituais como, por exemplo, em oferendas em campo de força ou quando vamos conhecer um novo terreiro. As ervas utilizadas para preparar este tipo de banho são aquelas relacionadas ao Orixá regente da pessoa ou aquelas que uma entidade receitar.
  • Banho de Energização: Reativa os centros energéticos e refaz o teor positivo da aura. É um banho que devemos utilizar regularmente e que devemos tomar antes ou até mesmo depois de uma gira espiritual. Para o preparo deste tipo de banho devem ser utilizadas ervas mornas como pétalas de rosas brancas ou amarelas, alecrim, alfazema, levante,  entre muitas.
  • Banho de Fixação: É utilizado para trabalhos ritualísticos e deve ser tomado apenas por médiuns que irão realizar um trabalho aprofundado e entrar em contato com entidades elevadas. Este banho abre todos os chacras aguçando a percepção mediúnica e as ervas utilizadas nele devem ser as indicadas pelo chefe de terreiro ou pela entidade.

Além deste há também os banhos específicos que são preparados com ervas frias e trabalham em um determinado campo de energias como, por exemplo, os banhos atratores que podem ser preparados com malva, canela ou rosas vermelhas; os banhos energéticos que podem ser feitos com girassol, guaraná ou emburana; os banhos calmantes que podem ser preparados com capim cidreira, melissa ou erva de São João; entre outros.

Espero que aproveitem!

Boa semana e muito axé a todos !

  1. Uriel disse:

    Muito bom! Conhecer os fundamentos básicos da Umbanda como os banhos descritos acima são essenciais para todos.

    Fiz o curso de ervas e pedras com a Mãe Mônica e posso dizer que as instruções, juntamente com a apostila recebida mudaram minha vida. Muitos têm a bíblia como livro de cabeceira, eu tenho essa apostila onde sempre posso consultar para fazer um banho, um chá, uma reza ou mesmo um harmonizador de ambiente.

    É muito bom ver um canal como este que compartilha conhecimento de forma simples. Parabéns pelo excelente trabalho.

    Abraço a todos!!!

  2. Daniel disse:

    Assim como todos, já fui consulente e sei o quanto os banhos são essenciais para poder viver melhor e parar de depender tanto dos Guias e Entidades. Com certeza eles podem fazer muito mais por nós quando a gente parar de pedir e achar que somos coitados.

    Fazendo banhos, utilizando os elementos naturais de forma consciente é bom pra todo mundo: pra gente, pro terreiro que frequentamos, para os médiuns, para os Pais e Mães, Guias e Orixás.

    Muitos porém têm preguiça de saber, de pesquisar e preferem esperar o guia receitar um banho. Gostaria que nas casas de ervas, casas de Umbanda vendessem banhos com títulos mais simples como:
    “Banho de humildade”
    “Banho de resignação”
    “Banho pare de obsidiar”
    “Banho cuide da sua vida”
    “Banho não julgue seu irmão”
    “Banho faça sua parte”
    “Banho largue seus vícios”
    “Banho não se proteja nas costas dos outros”
    “Banho se a carapuça serviu, corrija seus erros e não critique”

    Com certeza a espiritualidade ficaria mais feliz.

    Axé Irmãos!

  3. André Santos disse:

    Os banhos de ervas são tão importantes quanto a defumação e a oração.

    De que adianta orar, defumar a casa e não limpar seu corpo energético, contaminando assim, todo o ambiente por onde passa? Da mesma forma que, banho sem defumação ou sem oração, não adianta muito, vira simples chá!

    É importante conhecer as ervas corretas para cada caso específico, como aplicar de maneira correta, como preparar para aproveitar ao máximo esse axé!

    Os banhos fazem um importante papel de nos ajudar a manter as energias positivas.

    Obrigado pelo importante artigo.

    Muito Axé!

  4. Erica disse:

    Com certeza os banhos são muito importantes desde que feitos com sabedoria, né? E isto hoje, eu posso fazer com propriedade depois de ter participado do seu curso de Ervas. Com certeza o curso fez total diferença nos meus preparos. Sempre vou à minha apostila buscando conhecer mais ainda as ervas corretas que atendam as minhas necessidades.
    Muito Obrigada pelo texto e pelo curso. Afinal, é muito bonito ver que a Senhora, Mãe, tão conhecedora, sempre pensa na grandeza que é o compartilhar de conhecimento com o próximo. Que Pai Oxóssi continue sempre lhe abençoando na busca do conhecimento e no compartilhar.
    Beijo e muito Axé à todos !!!
    Erica

  5. Vamos acordar, procurar conhecimentos que só virão a agregar a nossa vida, tomem seus banhos de ervas, com fé, com muito axé, não façam por fazer, acreditem que tudo irá mudar, façamos nossa parte, com muito respeito a natureza e as ervas, ao momento que a colhermos e após utilizar nos banhos, sejamos conscientes………….Muito Axé a todos

  6. Helena disse:

    É Mãe, como você mesma diz… “Banho e defumação são coisas para gente inteligente!”. Comentar esse assunto no blog foi uma ótima idéia, muitos umbandistas ainda têm muita dificuldade de entender os fundamentos dos banhos e a forma correta de trazer para as suas vidas os poderes das ervas.

    Muito Axé!

  7. J Ricardo disse:

    Saravá irmãos de UMBANDA!!! A os poucos vamos ter uma verdadeira “Biblioteca”, com tanta informação valiosíssima para nosso desenvolvimento.Excelentes temas e expostos de forma clara e precisa.PARABÉNS e muito Axé.

  8. solange disse:

    Tão importante quanto a defumação de nossa casa, eis outro cuidado que devemos ter para estarmos com o nosso corpo físico e astral melhores, é mais uma forma de nos reequilibrarmos, principalmente nos dias de trabalho. Como isso faz a diferença.

  9. Gostei muito do texto ” Vamos preparar um banho de ervas “, pois lembrei da época em que não tinha conhecimento e por isso não dava um mínimo valor. Hoje, após ter feito um curso de ervas no Centro Cultural e Social de Umbanda Carismática, obtive conhecimento e consciência da importância de um banho de ervas não só para os médiuns, e sim para todos.
    Portanto, meus irmãos, vamos aprender !!!
    Excelente matéria, pois beneficiará a muitos!
    Muito Axé!

  10. Eliana disse:

    O texto nos “fala” do poder que há nos elementos da natureza e do equilíbrio que alcançamos energeticamente quando buscamos esse contato. Para tanto, é necessário saber quando, onde e porque utilizar tais elementos.
    Os banhos de ervas purificam nosso campo energético, harmonizam nossos chacras e nos dá uma sensação de leveza e bem estar. É uma ação externa de troca energética com a natureza que nos facilita a busca de um equilíbrio interno.
    Nas aulas práticas do “Curso do poder das ervas”, tivemos a oportunidade de conhecer e separar ervas quentes e ervas equilibradoras através do contato direto com as folhas; cheirando, tocando e macerando… não há como esquecer e faz muito sentido a todo tipo de banho (atrator, energético, calmante) que escolho fazer.

    Axé a todos!

  11. Cristina Sant'Anna disse:

    Axé! Excelente artigo! Ao começar a conhecer as ervas e suas atuações sobre nós, meu respeito pelo reino vegetal dobrou. È uma dádiva podermos utilizar banhos para cada situação específica. Ao longo do tempo tenho percebido uma significativa melhora energética em mim.
    Quanto mais utilizo a apostila e minhas anotações de aula, vou observando e relacionando a característica de novas plantas com os Orixás.
    Umbanda: Amo muito tudo isso!

  12. Luciane Santos disse:

    Banho verde é bom demais !

    A primeira vez que fiz o curso fiquei surpresa com tantas informações e principalmente com a variedade de beneficios que temos a disposição no nosso quintal, geladeira e até nos potinhos de “condimentos”!
    E como conhecimento faz a diferença a minha atitude ao preparar banhos e defumações tornou-se um prazer, um momento de comunhão com as forças da natureza.

    Quem dera eu tivesse aprendido o valor das ervas mais cedo.

    Axé a todos

  13. Ana Maria disse:

    Quando comecei a frequentar os terreiros de Umbanda só fazia os banhos que os guias me passavam. Se não passavam, não fazia.

    Porém, quando chegava em casa após um dia de trabalho estafante reservava-me o direito de relaxar e de cuidar de mim. Dava-me de presente banhos relaxantes, revigorantes, grandes auxiliares nos cuidados da minha “beleza”.

    Passado algum tempo fui fazer o curso de Ervas, Águas e Pedras e aprendi que:

    Todos nós temos ao redor do nosso corpo físico um campo eletromagnético, composto por corpos sutis, que se chama aura. As auras das pessoas e dos lugares funcionam como antenas que recebem e enviam mensagens entre si e são percebidas através da nossa intuição.
    Quando passamos por situações estranhas, energias desequilibradoras se agrupam à nossa aura e permanecem lá por muito tempo provocando todos os
    tipos de doenças.

    Quando tomamos um Banho de Ervas limpamos a nossa aura fazendo com que ela volte a funcionar normalmente e harmonizando os nossos chakras que são túneis por onde entram as energias no nosso corpo físico.
    Cada planta tem características próprias que interagem com as nossas energias provocando as mudanças necessárias. As ervas podem limpar, energizar, melhorar nossa auto-estima, tirar nosso cansaço, etc…
    Por isso é muito importante que, além de tomarmos os banhos, sabermos as ervas que devemos usar, a fim de não piorarmos o nosso corpo físico e espiritual. E é importante, principalmente, porque além de estarmos cuidando da “beleza” do nosso físico, estamos cuidando da beleza da “nossa alma”.

    Axé.

  14. Regina Sant'Anna disse:

    Esta importante informação chega no momento exato, pois os benefícios das ervas se fazem presente a partir do manejo das mesmas;
    a intenção espiritual, o aroma, o frescor, o bem estar que nos propicia . Tomar banho de ervas já se tornou um hábito, chega a fazer falta!
    Axé!

  15. Guilherme Barbosa disse:

    Impressionante como coisas tão simples nos trazem tanto benefício. Isso só pode ser MUITO DIVINO. É matemático o resultado de se tomar banhos de ervas e defumar…as pessoas ficam com energias muito mais agradáveis, mais protegidas e equilibradas.

    Que nosso Pai Oxossi possa levar essa magia para mais e mais pessoas!

    Axé!!!

  16. Samira Maria disse:

    Como tudo no Universo é manipulado, conspirado e equilibrado para toda criatura prosseguir no caminho da Luz, o benefício que estes banhos nos traz é fundamental para o nosso corpo astral e material, pois revigorando nossas auras, o nosso corpo se dispõe energicamente nos nossos afazeres diários bem como a relação que há entre os Orixás, limpeza/ativação de nossos chacras e as ervas é tão coesa que nos remete aquela frasezinha “Umbanda tem fundamento”, tem, sim senhor! É muito bom partilhar esclarecimentos como esses, pois dia após dia fazemos as “coisas” certas na fé de Oxalá. Saravá, minha mãe. Muito Axé.

  17. Valdemir disse:

    É muito bom falar dos fundamentos da nossa Religião, os Banhos têm importância paralela à Defumação , assunto que já foi pautado aqui e foi muito esclarecedor. Pautas como estas vêm reafirmar a importância do que já faz parte do cotidiano daqueles que conhecem a FORÇA das Ervas em nossos rituais, em nossa vida, em nosso dia a dia . E para os que conhecem menos, vêm esclarecer e tirar as “nuvens” dos mistérios que permeiam este assunto. Vale lembrar que o Respeito a toda esta forma de vida vegetal DEVE aumentar .
    Muito boa pauta .

    Salve OXOSSI .
    Salve OSSAIM .

    Axé!

  18. João Carlos disse:

    Axé Mãe Mônica, é realmente muito bom podermos ter uma fonte de esclarecimentos e conhecimentos dentro da Umbanda, essa religião tão rica e poderosa. Que bom saber que temos tantas praticas que nos auxiliam e vão fazendo com que sejamos mais ativos dentro da Umbanda saindo só da condição de dependentes e passemos a realmente comumgar com ela. Parabéns mais uma vez pela iniciativa de sempre trazer o conhecimento a nós umbandistas pois desta religião tão realizadora e bela serei sempre um eterno aprendiz visto ser ela de uma grandiosidade ímpar no universo divino
    Axé
    João Carlos

  19. Christian disse:

    Durante as sete semanas de culto aos Orixás tomei diversos banhos diferentes, o que foi bom para que me familiarizasse com algumas delas. tenho seguido a fórmula de combinar uma erva quente e duas frias, mas muitas vezes ainda fico confuso. Acho que as entidades têm um papel fundamental nessa escolha!

    Axé!

  20. Barbara J disse:

    Boa noite mãe Mônica, descobri por acaso o site e estou adorando, estava pesquisando sobre banho de ervas. Sempre tomei banhos de ervas, por causa do meu avo que era umbandista então os banhos sempre fizeram parte da “rotina”, mas só agora estou me interessando em entender a função de cada banho e as melhores formas de faze-los.
    Desde já agradeço e continuo aqui lendo os artigos.

  21. Maria das Dores Leal disse:

    Fiquei feliz de entrar no site, para saber dos banhos, o quanto significa, a importância para todos nós que somos médiuns.
    Todos comentários que foram feitos, tenho certeza que todos estão bem conscientes da vida espiritual..A grande filosofia espiritual está regendo o nosso mundo.
    Axé!

  22. claudemir disse:

    ola irmãos, fico feliz que aqui podemos conhecer um pouco de cada coisa. principalmente o carinho para com irmãos de umbanda bom isso é ótimo. divulgar um pouco do conhecimento.obrigado vcs são ótimos

  23. WALMIR MOREIRA disse:

    Bom dia Mãe Mônica, foi me passado uma banho de mentastro também conhecido como erva-são-joão, picão roxo ou catinga de bode, gostaria de saber para que serve tal banho. Grato

  24. Axé Walmir!

    A erva de São João é uma erva de equilíbrio, muito usada em casos de depressão e cansaço extremo. O picão roxo ou catinga de bode são ervas de descarrego, ervas de limpeza profunda, que têm a intenção de transformar uma energia ou paralisar uma ação negativa.

    Vale a pena estudar sobre as ervas pois o uso das ervas é encantador e merece nossa atenção.

    Muito Axé
    Mãe Mônica Caraccio

  25. Willians Barbosa Claudio disse:

    Primeiramente, gostaria de parabenizar pelo site que é de fato, um verdadeiro ensinamento e esclarecimento sobre a Umbanda. Aproveitando o momento, gostaria de tirar uma dúvida:
    No terreiro que frequento, os banhos de defesa e descarrego, são passados para os médiuns e para a assistência de acordo com o mês, dia do nascimento e pelo sexo do individuo. Gostaria de saber, se de fato existe essa relação e como são definidos os respectivos banhos.

    Obrigado e mais uma vez, parabéns pelo site, Axé

  26. Axé Willians!!

    Em primeiro lugar quero esclarecer que a Umbanda é praticada de varias formas dependendo da sua tradição, da influência que recebeu e de seus dirigentes, portanto de forma alguma quero levantar algum sentido do certo ou do errado, principalmente nesse caso. Quero só inspirar a lógica, o bom senso e o verdadeiro sentido das coisas que fazem parte do ritual da Umbanda, ok? Acredito até que seria legal você perguntar isso diretamente em seu terreiro para que, talvez, te expliquem de forma mais ampla que a minha.

    No meu entender os banhos, portanto as ervas, estão sendo usados de acordo com a energia planetária, astrológica e pela energia yin e yang. Buscam o equilíbrio através das energias, portanto em meses quentes usam ervas quentes, pessoas com energia Ar usam ervas de energia Ar, mulheres usam ervas ying e assim por diante, portanto totalmente lógico e de muito bom senso.

    Agora para saber como são definidos, só com muito estudo energético, planetário e astrológico para saber relacionar as ervas com a necessidade de cada pessoa.

    Espero ter ajudado e fica a dica: Vamos estudar! A Umbanda é muito mais que “sete ervas” e precisa muito mais que incorporação, precisa de Sabedoria, Ação e Determinação.

  27. Gostaria de saber se o “guanxuma” faz parte do banho, pois um preto velho me indicou, mas não sei se entendi bem, devido ao seu linguajar diferente. Se é usado, para que serve, e se é possível substituir por outra erva. Neste caso foi-me recomendado:Guanxuma, Pitanga, espada são jorge, espada iansã,guiné, arruda, manjericão e laranjeira doce para cabeça. Uma outra pergunta é se caso formos vítimas de algum tipo de trabalho para o mal, se devemos desmanchar, me foi dito por algumas pessoas de religião, que devo desmanchar com um pai de santo.
    Que livros são recomendados para quem é leigo na Umbanda?
    Abraço.

  28. Axé Antônio !

    A erva guanxuma existe sim e é também conhecida como vassourinha de igreja. Está ligada ao orixá Ogum e é muito utilizada para fazer os famosos sacudimentos ou varreduras para limpeza de ambientes. Como banho é utilizada para limpeza ou descarrego.

    Quanto ao “trabalho para o mal”, como você diz, saiba que se nos mantivermos fortes, com boa energia e pensamentos elevados não haverá mal projetado contra nós que conseguirá nos atingir. Sendo assim, sugiro que você não se ligue a coisas que outras pessoas possam ter feito, esteja feliz, se mantenha elevado e trabalhe pois dessa forma você somente atrairá o bem.

    Quanto a livros, posso indicar “Aconteceu na Casa Espírita”, “Tambores de Angola” , “Aruanda” , “Guardião da Meia-Noite” , “Recanto de Luz” , que são livros básicos que trazem assuntos importantes sobre a doutrina e trabalho umbandista.

    Espero ter esclarecido

    Muito Axé
    Mãe Mônica Caraccio

  29. Antonio Rodrigues disse:

    Axé Mãe Mônica Caraccio!

    Agradeço pela resposta à minha pergunta. Gostaria de aproveitar a oportunidade e parabenizar a todos os que se empenham neste belíssimo trabalho em busca da evolução de todos. Adorei este site e o Jornal o Juca, muito elucidativo. Como é bom saber que apesar de todos os problemas e dificuldades terrenas há instrumentos de Luz a clarear os caminhos dos que nele buscam a Paz, Harmonia e Prosperidade Espiritual.
    Moro no município de Canoas/RS e tenho uma visão espiritualista, há pouco tempo comecei a conhecer um pouco a Umbanda e como gostaria de tê-la conhecido bem antes.

    Muita Paz à todos!

  30. Daniela disse:

    Olá, estava atrás de banhos para descarrego na net e encontrei seu site. E gostaria de deixar aqui meu elogio. O Site é super explicativo, e descreve a Umbanda de uma forma clara e de fácil acesso, para que todos possam entender, sem maiores dificuldades. Parabéns Mãe Mônica, já a adicionei em meus favoritos e continue sempre escrevendo com esse amor que pude constatar através de seus textos por nossa querida Umbanda.
    grande abraço
    Dani

  31. Daniela disse:

    Aliás agradeço a Mãe Mônica e a todos que fazem esse site acontecer. Seja direta ou indiretamente.

  32. Maria Lucia Slobodianiuk disse:

    Gostei das explicações sobre os banhos de ervas e os Chakras, esse espaço é muito bom !
    Obrigada
    Lúcia.

  33. Aprendi-muita-coisa-nesse-site

    .LuciaObrigado

  34. Leo disse:

    Acho o seu site bem bonito, parabens, Deus te abencoe.

  35. Paulo Araújo disse:

    Estes “banhos ” são realmente os mais necessários ,principalmente para pessoas como eu aprendizes ,temos que ter a humildade de reconhecer que nossa vida melhora verdadeiramente após tomarmos estes “banhos” as ervas muito tem a fazer por nós mas precisamos colaborar com o astral superior emanando bons pensamentos,boas vibrações.

    que Oxalá nos abençõe , que obá nos dê conhecimento.

  36. Ana Karina disse:

    Olá povo Umbandista, venho aqui agradecer as instruções dos banhos pois como ainda não iniciei na Umbanda tenho inúmeras dúvidas que tiro com minha cunhada e o marido dela. Mas hoje procurando sobre banhos achei esse post excelente confesso que vou tomar com urgência, pois coisas ruins estão acontecendo e minha carga está negativa. Obrigada mesmo! Que os Orixás protejam cada um de vocês.

*