19

A Magia dos Pontos Riscados

O Ponto Riscado na Umbanda é Poder de Magia e traz toda a força misteriosa da escrita astral que tem o poder de fechar, trancar, abrir, quebrar, direcionar, harmonizar, transformar e equilibrar qualquer Energia, o Terreiro ou até os médiuns, pois atua em seus campos energéticos e mediúnicos. Não pode existir um Terreiro sem o testemunho dos Pontos Riscados, isto é, da Pemba. Assim pode-se afirmar, sem a menor dúvida, que a Pemba é o instrumento mais poderoso da Umbanda, pois sem os pontos riscados nada se pode fazer com segurança.

Os pontos podem ser riscados em espaços fechados ou abertos. Se em espaço fechado a ação é concentrada, delimitada e limitada, cria-se um verdadeiro campo de força. Usado em solicitações específicas e nos pontos identificatórios. Quando riscado em espaço aberto a ação é ampla, vasta, envolve a todos e a todo o Terreiro. Dentro de um Terreiro esse tipo de ponto só é riscado pelo Pai ou Mãe Espiritual.

O Ponto Riscado pode ser Identificatório, que é uma das grandes provas para confirmar que o médium está capacitado para conquistar um novo grau, uma vez que se a Entidade não estiver realmente bem incorporada, e isso se deve somente à capacidade mediúnica do médium, ele não saberá e não conseguirá riscar com firmeza e clareza o ponto que identificará o Guia Espiritual entre os demais, é uma espécie de assinatura pessoal; pode ser Magístico ou Simbólico, que tem várias funções pois pode ser energizador, protetor, irradiador, desagregador, transmutador, entre muitas. O estudo formalizado desse tipo de ponto riscado não existe, pois esse conhecimento é de ‘poder do Astral Superior’, no entanto, é importante seguir algumas bases e livros Sagrados milenares, assim como algumas bases cabalísticas para tentarmos compreender esse grandioso Mistério; ou o ponto riscado pode ser ainda Simbólico, que tem um grande valor e poder mágico pois são sinais expressos em formas que dão a entender uma intenção, uma ação, um verbo ou uma direção.

Outro interessante e poderoso ponto riscado é a estrela, que dependendo do numero de pontas tem uma energia e uma atuação. A estrela de quatro pontas se assemelha a uma cruz e nos remete à estrela de natal, ao nascimento de Jesus e principalmente à finalidade de sua vinda. A estrela de cinco pontas é um símbolo poderoso de proteção e equilíbrio. Cada uma de suas cinco pontas representa um dos cinco elementos manifestados (Fogo, Ar, Água e Terra) mais o elemento unificador : o Espírito. A estrela de seis pontas é um símbolo potente que representa o macrocosmo (Deus, o Universo ou Energias mais altas) em equilíbrio com o microcosmo (a raça humana, a Terra ou Energias Evidentes). O triângulo que aponta para cima é símbolo do elemento Fogo e representa a aspiração de alcançar ou retornar ao Divino. O triângulo que aponta para baixo é símbolo do elemento água e significa o plano terreno. No encontro dos dois triângulos temos o centro do hexagrama e aí está o ponto onde o equilíbrio e a beleza são alcançados. A estrela de sete pontas é símbolo de integração, tão mistica quanto o número de suas pontas. Representa inteligência oculta, é associado aos sete planetas da astrologia clássica e a outros sistemas do Sete, tal como os chacras do Hinduísmo. Por fim, a estrela de oito pontas é símbolo de plenitude e regeneração, está ligado a sistemas de oito pontas tal como trigramas do I Ching, a roda pagã do ano e o “Ogdoad” do Egito antigo.

Cada ponto tem suas particularidades, seus elementos e seu modo de riscar onde absolutamente tudo tem um significado diferente. Compreender e saber “ler” os pontos riscados é um dever de todo médium e uma técnica que só se aprende com muito estudo, observação e trabalho.

Uma excelente semana a todos! Muito Axé!

  1. Daniel disse:

    Na maioria dos terreiros que tive oportunidade de conhecer sempre via os guias riscando no chão símbolos. Sempre pensava que seria apenas um instrumento de trabalho, mas cada vez mais vejo que tudo vai muito mais além. As possibilidades são muitas.

    Entender isso tudo pra mim era quase impossível. Era!

    É um privilégio ter uma fonte de informação clara, lógica, concisa e coerente com todas as demais informações passadas neste blog ou em grupos de estudo ministrados pela Umbanda Carismática.

    Quanto mais estudo, quanto mais conhecimento maior a exigência e menor a tolerância a erros. Parece uma coisa de masoquista, mas como diria um amigo meu: “Tá com medinho? Se não aguenta bebe leite!”.

    O ser humano foi feito pra evoluir interna e espiritualmente. Ficar titubeando, protelando é ficar na mediocridade. Como diria Mãe Mônica, já que vai, vai de primeira!

    Axé Irmãos, até dia 29!

  2. Reginaldo A. Fernandes disse:

    O texto postado pela Mãe Mônica deixa claro e de forma didática mostra a importância dos pontos riscados na Umbanda, expondo que por traz deste ato, que a princípio pode parecer simples e corriqueiro, são guardados grandes mistérios que tem funções muito específicas dentro da gira e significados primordiais para os guias que os riscam através de nós médiuns.

    É encantador acompanhar a pemba raspar o solo, ir deixando seu rastro, seu DNA e a cada novo movimento da mão, irmos percebendo sutilmente o significado de cada novo traço, para ao final compreender o significado do conjunto. Isso é muito emocionante para o médium, seriamente tratado pela espiritualidade e por isso, em minha opinião, difícil de ser interpretado de forma catedrática, por que envolve energia, mistério e emoção transcritos juntos em uns poucos traços. É preciso sentir, vivenciar para interpretar!

    Então salve a pemba e todos os irmãos de fé que a usam de forma consciente e harmoniosa.

    Axé.

  3. Paulo Dias disse:

    Fiquei muito contente em ver um site, muito bem elaborado, com os assuntos abordados de forma clara em limguagem simples e objetivas, esclarecendo muito aos interessados pelo assunto Umbanda.
    Desde já deixo-lhe um grande abraço e muito axé.

  4. Helena Tomaz disse:

    Axé a Todos,

    Ponto Riscado é um assunto fascinante!!
    Seu estudo envolve os mistérios e histórias que cercam os significados dos símbolos, e para tanto é de grande importância ter conhecimentos básicos em Filosofia, Teologia e História.
    Conhecer os pontos é uma ferramenta ímpar para expandir a ação energética dentro do terreiro, além de facilitar em muito as ações dos guias espirituais. Dominando esse assunto o médium umbandista é capaz de identificar a linha de trabalho das entidades que o acompanham, gerando uma maior consciência e responsabilidade sobre seus atos.

    Abraços

  5. Guilherme Barbosa disse:

    Mais uma vez entramos na questão do conhecimento. Acredito que nenhum umbandista duvida do poder de um ponto riscado. Vemos tais manifestações em todos os terreiros, há pontos famosos como o do Caboclo das Sete Encruzilhadas de Zélio, até hoje riscado na Tenda Nossa Senhora da Piedade no Rio, por exemplo. A questão é que se o médium não tiver o conhecimento dos símbolos, de suas ações e consequências, a chance de ele trocar uma estrela de 7 pontas por uma de 8 ou alguma outra troca é bem grande, uma vez que nem sempre o Guia consegue passar o ponto 100% na cabeça do médium antes de riscar. Vamos buscar, vamos estudar, vamos EVOLUIR!

    Axé!!

  6. Ana Maria disse:

    Aqui está mais uma vez a confirmação que não podemos e não devemos deixar tudo a cargo das entidades de luz que nos acompanham, uma vez que o médium mal informado ou sem o CONHECIMENTO da sua religião não consegue “captar” a mensagem do guia que está naquele momento incorporado.

    E também quero agradecer a grande oportunidade que está sendo dada pela espiritualidade através da Mãe Mônica de poder continuar meu caminho de umbandista com todas as possibilidades de conhecer, estudar e entender minha religião através dos cursos ministrados dentro do Núcleo da Umbanda Carismática e nos posts deste blog.

    Axé e até dia 29.

  7. solange disse:

    Mãe, o assunto é bastante extenso e complexo, a senhora vem nos trazendo esclarecimentos fundamentais para podermos entender a ampla Ação que um ponto riscado possui. E que em algumas ocasiões, esse ponto também é a impressão digital de um guia, isso é muito legal em termos de conhecimento. Estudar toda simbologia, prestar atenção no que está sendo traçado,a observação, nos dará a oportunidade de compreendermos de que forma o guia estará realizando seus trabalhos. Super Interessante!
    Muito Axé!

  8. Samira Maria disse:

    O Ponto Riscado é uma prática sistemática firmada em escritas simbólicas protegidas pelo Sagrado e para desenvolvê-la é necessário ter Mão de Pemba, não é qualquer um que pode praticá-la, pois um traço errado sua representação se torna outra. Quando nossos Guias traçam um ponto sabem como fazê-lo, direcioná-lo e a sua respectiva necessidade, bem como o que o “momento” está solicitando. Não se esquecendo que tudo na Umbanda tem fundamento, no ponto riscado, requer muito mais que responsabilidade, requer conhecimento, mesmo porque responsabilidade e conhecimento andam juntas. Tudo é energia desprendida e a manipulação dos mesmos, merecem todo nosso respeito, amor e reverência……Axé a todos…..

  9. Carlos Eduardo disse:

    Olá,

    É fascinante toda magia que envolve os trabalhos das entidades, atuando em médiuns com vasto conhecimento e evolução espiritual; utilizando a Poderosa Pemba, na grafia de projeções através dos Pontos Riscados. Energias, campos de força, estrelas e suas pontas, cabalas, enfim; o Astral atuando em quem pode e está preparado para utilizar tais forças cósmicas.
    No mundo profano os “Pontos Riscados” , causam verdadeiras deturpações, principalmente porque em filmes sempre estão ligados a bruxarias, demônios e etc…

    Axé a todos…

  10. Vinicius disse:

    Realmente a Umbanda é cheia de mistérios, que aos poucos estão sendo revelados, conforme o merecimento de seus seguidores. Acredito que os pontos riscados são portais, que nos ligam diretamente com energias que vão além de tudo que possamos imaginar. Quem nunca entrou em uma mandala e se sentiu em um outro Universo? Deve ser por isso que muitas vezes nos sentimos tontos, com o corpo amolecido, pela energia tão diferente da qual estamos acostumados. Relacionei a esse assunto um filme chamado “Sinais”, que conta a historia de extraterrestres que invadem a terra, deixando sinais, que nada mais são que portais abertos entre esse mundo e outro. Lembrando muito os pontos riscados na Umbanda, portais abertos, entre uma esfera a outra. Para ligar a força do astral, da aruanda, das entidades com as energias densas desse plano em que vivemos. Seria um tanto quanto impossível um caboclo realizar um trabalho espiritual em um médium sem que seu campo de força, seu portal energético não esteja aberto, sem envolve-lo na sua energia.
    Um assunto que dá pano para a manga, e que nos faz ver o quanto ainda não sabemos nada perto dos mistérios do Astral.

    Axé !

  11. Luciane disse:

    A medida que vamos entendendo os significados de linhas, círculos, estrelas, pontos, etc., é possível observar um novo mundo se abrir em nossas mentes.
    Traços tomam um sentido mais amplo, e onde até hoje, muitos os consideram representações pagãs, nós reconhecemos e vislumbramos símbolos ligados a forças Divinas.
    Estudo importantíssimo a nós médiuns que buscamos entender os fundamentos de nossos rituais e reconhecer as forças que nos sustentam .

    Axé a todos.

  12. Pamella disse:

    Boa noite,

    Hoje aprendi a importancia que tem um ponto, pois eu não sabia desta extrema ajuda que isso nos traz.
    Sou nova na Umbanda e estou aprendendo muito, tanto no terreiro como em casa, com a ajuda deste site também.
    Desejo um 2010 cheio de saude, paz, amor, harmonia e tranquilidade, porque o restante conquistamos com o tempo.

    Axé…

  13. jose carlos d`xangô disse:

    Salve suas Forças,
    Axé a Todos(as),

    Pontos riscados na Umbanda, nada nais são que a escrita “espiritual” de uma entidade; enviando às falanges superiores uma “solicitação” para aprovação de sua realização, ou não.
    É o contato direto dos planos terrestre x astral.
    Envolvem “sinais” (comandos) dentro de determinado “quadrante” astral (centros de força e energia).
    De complexidade ímpar, mas, de efeito imediato quando de sua “solicitação”.
    Estudá-los e compreendê-los, é obrigação do umbandista atuante. Logo, o verdadeiro umbandista é aquele(a) estudioso aplicado, que fortalece continuamente sua fé através do conhecimento.
    Salve as Ondinas,
    Salve Tarimá,
    Salve Janaína,
    Pai Benedito das Almas,
    Salve Nosso Pai Xangô

    José Carlos d`Xangô
    Grupo Umbandista Cristão Caboclo Yonuaruê

  14. raimundo nonato fernandes lima disse:

    meu queridos irmãos umbandistas, a hora é chegada. estamos no limiar do milenio da espiritualidade. vamos cerscer em espirito, seguindo sempre os passos do nosso amado mestre e senhor, JESUS CRISTO.
    ele foi o primeiro umbandista verdadeiro em nosso planeta (seguidor das leis de DEUS). está na hora de acabarmos com a hipocrisia, a intolerancia, com a falta de respeito com as leis de DEUS e com o fermento dos fariseus, que depois de matarem a CRISTO, por ser umbandistas de verdade, colocam-se como seus seguidores, servos e seus representantes, no planeta terra. onde há mentiras não tem lugar para DEUS.
    Que nossos guias e orixás, caboclos, exus e pretos velhos, nosa conduza para as luzes do conhecimento e da PAZ. Que JESUS nos abeçoe na caminhada e nos fortaleça em espiritualidade, e que o manto de MARIA DE NAZARÉ, nos cubra contra os intolerantes e incredulos.

  15. johnny disse:

    Podes me dizer de quem é esse ponto riscado: uma seta apontando pra cima e na outra ponta quase fecha um triangulo, mas não na extremidade, por cima do risco da seta, em cima da seta possui três cruzes, do lado direito tem uma lua, não sei te dizer se é crescente ou minguante, a parte das pontas ficam viradas pra direita também e do outro lado tem um circulo menor com um ponto dentro. Podes me ajudar?

  16. Axé Johnny!
    É impossível te dar essa resposta, principalmente dessa forma. Consegue-se perceber e saber a vibração, o sentido do ponto, a força, a linha de trabalho do Guia ao riscar um ponto, no entanto é necessário ter-lo extremamente certo em ângulos, símbolos, cores, direção, ordem de traçado, etc.
    Saiba que o importante não é chegar mas o aprendizado que se adquire no caminho, portanto não se preocupe com respostas prontas, se preocupe em estudar para encontrá-las pois assim você conseguirá enxergar a beleza e os encantos desse caminho.

    Mãe Mônica Caraccio

  17. sandro mauricio da silva disse:

    Olá

    Gostaria de saber de vossa possibilidade de estar recebendo o desenho, ou ponto riscado do caboclo Ogum Iara, pois preciso fazer um trabalho sobre caboclos da umbanda, e não estou conseguindo o desenho ou ponto riscado do Ogum Iara, se possível vocês poderiam estar me enviando.
    Desde já meus sinceros agradecimentos
    Sandro

  18. Axé, Sandro !!

    É muito complicado fixar um ponto riscado como sendo de determinada entidade. Os espíritos que se manifestam em nossos trabalhos podem desenhar pontos diferente, mesmo pertencendo a mesma falange ou apresentando o mesmo nome. Além disso, o mesmo guia pode utilizar pontos riscados diferentes dependendo do trabalho que irá realizar, da vibração da assistência, da necessidade do médium, dentre muitos outros fatores.

    Assim sendo, existem vários pontos de Ogum Iara. Para seus estudos, você pode levar em consideração que Ogum Iara representa um Ogum na energia da água doce, sendo um Ogum um pouco mais ligado às emoções.

    Espero ter ajudado

    Muito Axé
    Mãe mônica Caraccio

  19. rosa da silva disse:

    Para tudo que tive oportunidade de lêr foi muito valido para meus conhecimentos ,Foi muito importante. Obrigada rosalina.

*