BANHO DE ROSAS …

Quem nunca tomou um bom banho de rosas? Mais do que isso, quem nunca utilizou estas flores para decorar, harmonizar, perfumar ou romantizar um ambiente? Pois é, as rosas expressam as emoções do amor e da vida e quando bem utilizadas podem nos proporcionar enormes benefícios. Mas afinal, rosas de qual cor devem ser usadas e em que situações? Vejam só:rosa

ROSAS BRANCAS trazem o sentido da Pureza e da Paz. Facilitam a paz interior e ajudam a entrar em conexão e contemplação com o eu interior. Protegem contra energias negativas, purificam os sentimentos, acalmam e trazem o sentido da compaixão estimulando o perdão. São ligada à harmonia e à espiritualidade superior. Podem ser usadas em crianças e até bebês. O banho com rosas brancas é eficaz contra Continue lendo

AS ENTIDADES CIGANAS NA UMBANDA

ciganosSão entidades que há muito tempo trabalham na Umbanda, mas normalmente se manifestam sob domínio de outras linhas como a linha da esquerda, a linha do oriente, entre outras. Isso é possível pelo fato da energia de trabalho ser a mesma, o que muda é a forma de manipular os fluídos, uma vez que os ciganos usam uma relação material, energética, elementar e natural, assim como o povo da esquerda, enquanto que o povo do Oriente manipula essas elementos através de seu magnetismo espiritual.

Sempre se faz necessário deixar claro que Continue lendo

Emoção, Possibilidade e Atitude. 13 de MAIO está chegando

Lágrima de PretaAxééé pessoal!!! Estamos chegando perto do dia treze de maio, dia em que os terreiros de Umbanda cheiram a bolo de fubá, café e guiné, se enfeitam de pipocas, crisântemos, palhas da costa e cantam para as almas, mirongas e Pretos Velhos, entidades espirituais que representam os anciãos conselheiros, os sábios bondosos e os vovôs e vovós “feiticeiros”.

Nesse dia também comemoraremos o Dia das Mães. Mulheres de todas as idades, belezas e esperanças, cheias de lembranças, ideais e cicatrizes, que lutam, cuidam, criam e educam, ou negam, abandonam, violentam e destroem.

E além dessas duas datas que Continue lendo

ME LEVE EM SUA MONTARIA, HOJE E SEMPRE…

f3176a75-d5dd-4435-930a-b576e67c31e1 (1)HOJE dia 23 de abril, dia de São Jorge sincretizado por Ogum – o orixá de espírito guerreiro, destemido e estratégico que abre e protege os caminhos; que representa o desenvolvimento da tecnologia, o segredo da transformação, a passagem da “idade da pedra” para “idade do ferro” desejando sempre mais.

Hoje o dia é mais que especial!

É um dia em que o povo de santo e o povo que acredita em santo acende vela, bate paó, reza, canta, samba, brinda, vibra e grita: não brinca com filho de Jorge, não brinca com filho de Ogum…

Um dia de promessa, alegria, pedido, mas principalmente de fé, crença, devoção e afirmação: sou feliz porque sou da sua companhia…

Dia, lua e mês abrasadores, límpidos e crescentes, pois: orgulho e força são as marcas desse Guia!

Dia que brilha, lua que cresce, mês que abre, planeta que aquece e a certeza que excede: arma de fogo no meu corpo não alcançará.

Orixá Santo de perfil obstinado, professa: quem tem santo segura, se segura e assegura.

Hoje,dia 23 de abril centenas e mais centenas de pessoas, de várias religiões olham para o céu, para a lua, para a vela, para a imagem, o altar e clamam. Clamam por esperança, por vitória e por mais e novas oportunidades. Muitas outras, agradecem, celebram, festejam, ofertam, compartilham, comemoram, cozinham e brincam com alegria e honra. Outras ainda, esperam, silenciam, confiam, rogam e se interiorizam na busca da exteriorização da força. Outras… Outras… Muitas outras fazem muitas outras coisas, porém, fazem hoje!

HOJE, um dia mais que especial, anseia que você faça alguma coisa singular para esse santo padroeiro e orixá feiticeiro, nosso Ogum Guerreiro.

HOJE, vale rezar com intensidade para criar uma enorme e divina forma-pensamento que abrasará a terra, o céu e a lua.

HOJE, vale exteriorizar a fé, o sorriso e a gratidão. Vale reconhecer, perdoar e rogar. Assim peço: perdoe a intimidade ao rogar, mas hoje o dia é mais que especial. Perdoe o pouco que ainda atinjo em seu nome, mas ainda anseio. Perdoe esse soldado que tanto crê e ainda tanto clama “fica ao meu lado, São Jorge guerreiro. Me guarda em ti meu santo padroeiro. Me leva ao céu em sua montaria, Ogum filho mais velho de Oduduwa. Percorra meu corpo, Ogum feiticeiro alquimista dos metais. Aqueça meu espírito e enrijeça meu destino, meu Orixá Guerreiro desbravador de Ifé!”

HOJE, ainda é tempo, ainda dá tempo, ainda contamos com o tempo.
Aproveeeeeite, inspiiiiire-se e HOJE, FAÇA ALGO DIFERENTE que possa refletir amanhã, que possa transformar o depois de amanhã e mais depois, depois de amanhã….

Axéééé!!!

por Mãe Mônica Caraccio

É MUITA INSPIRAÇÃO!

Bola_de_fuegoAxé pessoal, espero que todos estejam, assim como eu, VERMELHOS de tanta alegria e inspiração.

E por falar em inspiração, nossa Umbanda é comprovadamente cheia de inspiração, não é mesmo?!? E uma prova disso é o sincretismo religioso que existe até hoje dentro de nossa religião. Sincretismo é a fusão de concepções religiosas diferentes ou a influência exercida por uma religião nas práticas de uma outra. E foi essa fusão que o povo negro teve necessidade de fazer com a igreja católica para que se mantivessem as suas tradições, aliás, sem o sincretismo talvez não tivéssemos os traços religiosos africanos que temos hoje.

Reginaldo Prandi, mestre em Sociologia pela USP; Professor do Curso de Pós-Graduação em Sociologia da USP e Pesquisador do CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-, diz que: “Para se viver no Brasil, mesmo sendo escravo, e principalmente depois, sendo negro livre, era indispensável, antes de mais nada, ser católico. Por isso, os negros no Brasil que cultuavam as religiões africanas dos orixás, voduns e inquices se diziam católicos e se comportavam como tais. Além dos rituais de seus ancestrais, frequentavam também os ritos católicos. Continuaram sendo e se dizendo católicos, mesmo com o advento da República, quando o catolicismo perdeu a condição de religião oficial”.

E dessa fusão nasceu Continue lendo

PRÓXIMO DO SAGRADO

velas-e-maosAxé a todos!!! Nossa Umbanda é Divina! Ela é ativa, vibrante, quente, leve, movimentadora, mágica, bela, simples, surpreendente e maravilhosamente poderosa!

Também posso afirmar que Ela é Sagrada e que graciosamente nos permite, em qualquer circunstância e em qualquer momento, estarmos próximos de seu Sagrado.

Para isso não precisamos de muito, precisamos de algumas Continue lendo

Uma exigência a todos os médiuns

Dia-do-SenhorAxé a todos! Nós umbandistas vivemos envolvidos de intensas energias e vibrações, vivemos também sob leis especificas que nos sustentam e nos influenciam diariamente independente de gira, de terreiro, de linha de trabalho… É a Lei de Pemba. Lei do Retorno, Lei de Salva, entre outras.

Isso mesmo, existem leis que são fundamentos da umbanda e repito, nem todos os médiuns as conhecem, nem todos sabem suas potencias ou como atuam em nossas vidas, o que muitas vezes faz com que o médium ache que está sofrendo demanda, que a umbanda não está favorecendo a sua vida, que a casa em que trabalha é ‘fraca’, e assim por diante.

Nesse contexto, trago informações sobre uma lei pouco conhecida mas extremamente latente na Continue lendo

ANJO DA GUARDA


anjoooMuito se fala sobre o assunto mas poucas pessoas realmente entendem a importância do Anjo da Guarda, inclusive para nós, umbandistas. Pensando nisso é que hoje eu gostaria de falar um pouquinho sobre este Espírito Celestial que nos acompanha. Vamos lá!

“Infelizmente a história sobre anjos é curta. Os gregos, que eram amantes da precisão, os chamavam DAIMONES (gênio, anjo, ser sobrenatural). Os egípcios os explicaram amplamente e com detalhes, mas tudo foi perdido, queimado na época da ascensão do cristianismo primitivo do Ocidente. Hoje, o pouco que nos resta deriva dos estudos cabalísticos desenvolvidos pelos judeus, que foram os primeiros a acreditar nesta energia.

A palavra hebraica para anjo é Malakl, que significa “Mensageiro”. As primeiras descrições sobre anjos apareceram no Antigo Testamento. A menção mais antiga de um anjo aparece em Ur, cidade do Oriente Médio, há mais de 4.000 a.C. Na arte cristã eles apareceram em 312 d.C., introduzidos pelo imperador romano Constantino, que sendo pagão, converteu-se ao cristianismo quando viu uma cruz no céu, antes de uma batalha importante. Em 325 d.C., no Concílio de Nicéia, a crença nos anjos foi considerada dogma da Igreja. Em 343 d.C. foi determinado que reverenciá-los era idolatria e que os anjos hebreus eram demoníacos. Em 787 d.C. no Sétimo Sínodo Ecumênico definiu-se dogma somente em relação aos arcanjos: Miguel, Uriel, Gabriel e Rafael.

São Thomás de Aquino foi um estudioso do assunto. Ele dizia que os anjos são seres cujos corpos e essências são formados de um tecido da chamada luz astral. Eles se comunicam com os homens através da egrégora, podendo assim assumir formas físicas.

A auréola que circunda a cabeça dos anjos é de origem oriental. Nimbo (do latim nimbus) é o nome dado ao disco ou aura parcial que emana da cabeça das divindades. No Egito, a aura da cabeça foi atribuída ao deus solar Rá e mais tarde na Grécia ao deus Apolo. Na iconografia cristã, o nimbo ou diadema é um reflexo da glória celeste e sua origem ou lar, o céu. As asas e halos apareceram no século I. As asas representam a rapidez com que os anjos se locomovem.

No Novo Testamento, anjos apareceram nos momentos marcantes da vida de Jesus: nascimento, pregações, martírio e “ressurreição”. Depois da ascensão, Jesus foi colocado junto ao Anjo Metatron. Alguns estudos aceitam a possibilidade dos três Reis Magos serem Anjos materializados. Melchior (Rei da Luz), Baltazar (Rei do Ouro, guardião do tesouro, do incenso e da paz profunda) e Gaspar (o etíope, que entregou a mirra contra a corrupção)

A tradição católica dividiu os anjos em três grandes hierarquias, subdivididas cada uma em três companhias: Serafins, que personificam a caridade divina; Querubins, que refletem a sabedoria divina; Tronos, que proclamam a grandeza divina.

Dominações, que têm o governo geral do universo; Potências, que protegem as leis do mundo físico e mora; Virtudes, que promovem prodígios.

Principados, responsáveis pelos reinos, estados e países; Arcanjos, responsáveis pela transmissão de mensagens importantes; Anjos, que cuidam da segurança dos indivíduos.”

Trechos retirado do livro “Anjos Cabalísticos” de Monica Buonfiglio

ANJO DA GUARDA NA UMBANDA

Na Umbanda o Anjo da Guarda não é considerado um Guia ou Orixá, é um Espírito Celestial, iluminado, de essência pura e de energia poderosíssima. Pertence à dimensão celestial, dimensão esta de grande pureza e de grande atuação em todas as outras dimensões subsequentes. Portanto, a essência e a energia dos Anjos atingem a todos independente de religião, doutrina ou crença. Continue lendo

TOMADA DE CONSCIÊNCIA

consciênciaUfa… Trabalhando, escrevendo, organizando, respirando, prevendo, preparando e ainda encontrando pérolas, novas oportunidades e mais pontuais respostas.

Assim estão sendo meus dias. Dias abençoados, com certeza.

E envolvida por este movimento todo folheei o JUCA, nosso jornal de umbanda, de 2006 – edição de novembro, número 04 (creio que poucos ainda o tenham) e, em meio às minhas organizações, preparações, trabalhos e momento…. encontrei um texto que Continue lendo

JUNTOS CAMINHAM E CHEGAM

 

exuAxé a todos!!! Dia após dia tentamos decifrar as coisas e as pessoas, distinguir o certo do errado, conquistar mais e mais. Os médiuns umbandistas então, ainda tentam decifrar os mistérios, distinguir os espíritos e obviamente também desejam, embasados nos trabalhos caritativos que exercem, conquistar mais e mais.

EXU É A Expressão, Força, Movimento, Leveza, Quentura, Ardência, Espírito, Guardião e Orixá mais vivo, solicitado, cultuado, ativado e firmado nessas tentativas e comportamentos desejantes.

Porém, são tantos predicados, adjetivos, verbos e atribuições direcionados a Exu que muitos se perdem sob suas ações. São tantos estudos, falas e vivências atribuídas a Ele que, por vezes, confundem e mal Continue lendo