QUEM SABE FAZ…

IMG_0199Axé… Praticamente todos os terreiros se preparam para reabrirem suas portas e para receberem centenas e mais centenas de pessoas e espíritos com as mais diversas energias, intenções e necessidades. Nesse momento, a atenção deve se voltar para a firmeza do terreiro e dos médiuns que, sem executar suas funções espirituais por dias, naturalmente se sobrecarregam de energias densas chegando até se negativarem diante de boas vibrações.

Percebam como é comum durante as férias e festas de final de ano alguns dirigentes de terreiros tomarem a decisão de encerrarem definitivamente suas atividades caritativas e espirituais junto a sua comunidade, ou como, no caso da continuidade das atividades espirituais, é difícil, cansativo e até desanimador para o médium retornar para sua rotina dentro do terreiro.

Com tantos anos caminhando por esse universo umbandista, já vivenciei muitas situações impressionantes e lamentáveis nesse momento de retorno. Já vi muitos dirigentes e médiuns chegarem completamente perturbados, negativados e enfraquecidos emocionalmente, mentalmente, fisicamente e espiritualmente. Assisti médiuns Continue lendo

ENCANTO DOS ORIXÁS

Compartilho hoje com vocês um texto fabuloso onde Leonardo Boff fala sobre a Umbanda. Vejam a beleza das palavras e a grande lição que ele nos proporciona, afinal é um olhar de fora, o olhar de uma pessoa que praticamente não conhece a Umbanda mas que, no entanto, conhece bem mais que muitos umbandistas.

É um olhar de quem, independente do seu Eu, consegue ver o Ser e o seu envolta.

É um olhar de quem consegue ver o Sagrado e perceber a Sacralidade de nossa querida Umbanda. Talvez sentidos que, infelizmente, andam faltando em alguns dos médiuns umbandistas.

Vale a pena ler e ver com muito carinho.orixas

O Encanto Dos Orixás

Quando atinge grau elevado de complexidade, toda cultura encontra sua expressão artística, literária e espiritual. Mas ao criar uma religião a partir de uma experiência profunda do Mistério do mundo, ela alcança sua maturidade e aponta para valores universais. É o que representa a Umbanda, religião, nascida em Niterói, no Rio de Janeiro, em 1908, bebendo das matrizes da mais genuína brasilidade, feita de europeus, de africanos e de indígenas. Num contexto de desamparo social, com milhares de pessoas desenraizadas, vindas da selva e dos grotões do Brasil profundo, desempregadas, doentes pela insalubridade notória do Rio nos inícios do século XX, irrompeu uma fortíssima experiência espiritual.

O interiorano Zélio Moraes atesta a comunicação da Divindade sob a figura do Caboclo das Sete Encruzilhadas da tradição indígena e do Preto Velho da dos escravos. Essa revelação tem como destinatários primordiais os humildes e destituídos de todo apoio material e espiritual. Ela quer reforçar neles a percepção da profunda igualdade entre todos, homens e mulheres, se propõe potenciar a caridade e o amor fraterno, mitigar as injustiças, consolar os aflitos e reintegrar o ser humano na natureza sob a égide do Evangelho e da figura sagrada do Divino Mestre Jesus. Continue lendo

UMBANDA FUNCIONA MESMO?

milagresConstantemente me perguntam se a “Umbanda funciona mesmo” e eu, mesmo impressionada com tamanha manifestação de oportunismo e ignorância, respondo que SIM, desde que se trabalhe para isso, afinal nem nosso intestino funciona sem que seja alimentado, sem que haja hábitos saudáveis e contínuos. Umbanda funciona, assim como todas as outras religiões, no entanto é importante que haja algo que impulsione, que faça acontecer, e esse algo é Continue lendo

AZEITE DE OLIVA E SEU PODER DIVINO

Poucos são os Terreiros de Umbanda que têm conhecimento e fazem uso do azeite de oliva consagrado em suas giras assistenciais ou mesmo para a própria corrente mediúnica. Menor ainda é o número de médiuns e até de dirigentes que entendem o que este azeite representa e porquê ele é utilizado. Pensando nisso resolvi falar um pouquinho para vocês hoje sobre a representação do azeite de oliva e sobre sua utilização na Umbanda. Vamos lá?

Várias lendas narram o nascimento da oliveira. Uma diz ser ela o resultado de uma disputa entre Poseidon (Deus do Mar) e Atena (Deusa da Sabedoria) por um pedaço de terra. Nessa disputa Poseidon fez nascer o mar quando usou a força de seu tridente numa rocha. Atena, por sua vez, fez brotar a oliveira da terra e, por isso mesmo, foi a vencedora da contenda, segundo Zeus, assim ganhando a posse da terra. Daí em diante os frutos dessa árvore serviriam de alimento e deles seria extraído um óleo sagrado que alimentaria e fortificaria o homem aliviando suas dores e suas feridas. Outra lenda, contada pelos hebreus, narra que a oliveira nasceu no vale de Hebron quando Adão fez 930 anos e, pressentindo a sua morte, lembrou que o Senhor lhe havia prometido o “óleo da misericórdia”. Então um querubim enviou-lhe a semente de oliveira que germinou em sua boca após a sua morte.

A Bíblia tem muitas referências aos usos religiosos da oliveira e do óleo de oliva. A pomba que foi enviada por Noé e retornou com um ramo de oliveira indicando a proximidade de terra, no Livro do Gênesis, se transformou no símbolo da paz. O maior significado religioso do óleo de oliva está documentado no Livro do Êxodo, no qual o Senhor diz a Moisés como fazer uma unção com óleo de oliva e durante a consagração este óleo é derramado nas mãos de reis e de sacerdotes católicos. Jesus, quando de Sua passagem em nosso mundo, falava que o bom samaritano recebeu óleo em suas feridas. A Unção dos enfermos utiliza o óleo sagrado, como sinal de Cristo, que alivia a dor e restitui a vida. Cristo foi ungido com o óleo sagrado por Maria Madalena depois de sua morte. Na antiguidade, o óleo estava associado à força de Deus e era utilizado para curar os doentes.

NA UMBANDA O AZEITE DE OLIVA É uma fonte de extremo poder pois é a somatória de Continue lendo

TODOS SE BENEFICIAM COM GIRAS BEM GIRADAS

energiaAxé! Na Umbanda tudo é energia, pisar, dançar, defumar, cantar, bater palma… enfim, todos os movimentos ritualísticos, todos os elementos naturais – água, terra, fogo, ar – e todos os Guias Espirituais estão transmutando/transformando energias densas e negativas que estão instaladas em nosso campo áurico, infiltradas em nosso duplo etérico e perpassando nossos sentidos, sentimentos e pensamentos, em energias leves e positivas. Para tanto, recebemos os passes espirituais onde normalmente são usados ervas, sopros, palmas, estalar de dedos, águas, pembas, cruzes e mais uma infinidade de “simples” movimentos segredados e sagrados que, muitas vezes, passam despercebidos ou longe de nossas percepções, entendimento e alcance, afinal, estamos falando de outras realidades que são: a do Sagrado, a dos Fluidos Energéticos e a da Crença.

Dessa forma e com a mesma intenção, quero pontuar alguns outros “detalhes” que muitas vezes passam Continue lendo

REALIZADOR

 

realizaçãoAxé a todos! Nossa Umbanda é tão rica, tem tantos simbolismos e fundamentos, tudo tão forte, realizador e evidente, que não devemos deixar passar despercebido como acontece continuamente. Não devemos acomodar nosso raciocínio e nosso sentido lógico. Mesmo porque, penso que a fé vai até onde a mente permite, vai até onde obtemos respostas.

Acredito que todos já perceberam que quando não sabemos ou não entendemos algo, o acreditar se torna um tanto abstrato e o vivenciar ou compartilhar o sentido correto e sincero fica muito difícil. Essas situações Continue lendo

JOELHOS AO CHÃO SIM!

de joelhosDentro das várias ritualísticas que se desenvolvem nos terreiros de Umbanda é comum vermos, principalmente no início e término dos trabalhos espirituais, o corpo mediúnico com os joelhos no chão. Alguns veem esta postura como arcaica e sem sentido, porém, nunca se deram ao trabalho de analisarem detidamente tal comportamento.

É de conhecimento geral que as primeiras religiões do globo terrestre já inseriam a genuflexão em seus rituais como exteriorização de respeito junto ao Criador e também manifestação de humildade que todos devem ter, seja para com o Divino, seja para com o próximo. Da mesma forma, o ato de postar-se faz ver aos fieis que assistem uma manifestação Continue lendo

BANHO DE ROSAS …

Quem nunca tomou um bom banho de rosas? Mais do que isso, quem nunca utilizou estas flores para decorar, harmonizar, perfumar ou romantizar um ambiente? Pois é, as rosas expressam as emoções do amor e da vida e quando bem utilizadas podem nos proporcionar enormes benefícios. Mas afinal, rosas de qual cor devem ser usadas e em que situações? Vejam só:rosa

ROSAS BRANCAS trazem o sentido da Pureza e da Paz. Facilitam a paz interior e ajudam a entrar em conexão e contemplação com o eu interior. Protegem contra energias negativas, purificam os sentimentos, acalmam e trazem o sentido da compaixão estimulando o perdão. São ligada à harmonia e à espiritualidade superior. Podem ser usadas em crianças e até bebês. O banho com rosas brancas é eficaz contra Continue lendo

AS ENTIDADES CIGANAS NA UMBANDA

ciganosSão entidades que há muito tempo trabalham na Umbanda, mas normalmente se manifestam sob domínio de outras linhas como a linha da esquerda, a linha do oriente, entre outras. Isso é possível pelo fato da energia de trabalho ser a mesma, o que muda é a forma de manipular os fluídos, uma vez que os ciganos usam uma relação material, energética, elementar e natural, assim como o povo da esquerda, enquanto que o povo do Oriente manipula essas elementos através de seu magnetismo espiritual.

Sempre se faz necessário deixar claro que Continue lendo

Emoção, Possibilidade e Atitude. 13 de MAIO está chegando

Lágrima de PretaAxééé pessoal!!! Estamos chegando perto do dia treze de maio, dia em que os terreiros de Umbanda cheiram a bolo de fubá, café e guiné, se enfeitam de pipocas, crisântemos, palhas da costa e cantam para as almas, mirongas e Pretos Velhos, entidades espirituais que representam os anciãos conselheiros, os sábios bondosos e os vovôs e vovós “feiticeiros”.

Nesse dia também comemoraremos o Dia das Mães. Mulheres de todas as idades, belezas e esperanças, cheias de lembranças, ideais e cicatrizes, que lutam, cuidam, criam e educam, ou negam, abandonam, violentam e destroem.

E além dessas duas datas que Continue lendo