AZEITE DE OLIVA E SEU PODER DIVINO

Poucos são os Terreiros de Umbanda que têm conhecimento e fazem uso do azeite de oliva consagrado em suas giras assistenciais ou mesmo para a própria corrente mediúnica. Menor ainda é o número de médiuns e até de dirigentes que entendem o que este azeite representa e porquê ele é utilizado. Pensando nisso resolvi falar um pouquinho para vocês hoje sobre a representação do azeite de oliva e sobre sua utilização na Umbanda. Vamos lá?

Várias lendas narram o nascimento da oliveira. Uma diz ser ela o resultado de uma disputa entre Poseidon (Deus do Mar) e Atena (Deusa da Sabedoria) por um pedaço de terra. Nessa disputa Poseidon fez nascer o mar quando usou a força de seu tridente numa rocha. Atena, por sua vez, fez brotar a oliveira da terra e, por isso mesmo, foi a vencedora da contenda, segundo Zeus, assim ganhando a posse da terra. Daí em diante os frutos dessa árvore serviriam de alimento e deles seria extraído um óleo sagrado que alimentaria e fortificaria o homem aliviando suas dores e suas feridas. Outra lenda, contada pelos hebreus, narra que a oliveira nasceu no vale de Hebron quando Adão fez 930 anos e, pressentindo a sua morte, lembrou que o Senhor lhe havia prometido o “óleo da misericórdia”. Então um querubim enviou-lhe a semente de oliveira que germinou em sua boca após a sua morte.

A Bíblia tem muitas referências aos usos religiosos da oliveira e do óleo de oliva. A pomba que foi enviada por Noé e retornou com um ramo de oliveira indicando a proximidade de terra, no Livro do Gênesis, se transformou no símbolo da paz. O maior significado religioso do óleo de oliva está documentado no Livro do Êxodo, no qual o Senhor diz a Moisés como fazer uma unção com óleo de oliva e durante a consagração este óleo é derramado nas mãos de reis e de sacerdotes católicos. Jesus, quando de Sua passagem em nosso mundo, falava que o bom samaritano recebeu óleo em suas feridas. A Unção dos enfermos utiliza o óleo sagrado, como sinal de Cristo, que alivia a dor e restitui a vida. Cristo foi ungido com o óleo sagrado por Maria Madalena depois de sua morte. Na antiguidade, o óleo estava associado à força de Deus e era utilizado para curar os doentes.

NA UMBANDA O AZEITE DE OLIVA É uma fonte de extremo poder pois é a somatória de Continue lendo

TODOS SE BENEFICIAM COM GIRAS BEM GIRADAS

energiaAxé! Na Umbanda tudo é energia, pisar, dançar, defumar, cantar, bater palma… enfim, todos os movimentos ritualísticos, todos os elementos naturais – água, terra, fogo, ar – e todos os Guias Espirituais estão transmutando/transformando energias densas e negativas que estão instaladas em nosso campo áurico, infiltradas em nosso duplo etérico e perpassando nossos sentidos, sentimentos e pensamentos, em energias leves e positivas. Para tanto, recebemos os passes espirituais onde normalmente são usados ervas, sopros, palmas, estalar de dedos, águas, pembas, cruzes e mais uma infinidade de “simples” movimentos segredados e sagrados que, muitas vezes, passam despercebidos ou longe de nossas percepções, entendimento e alcance, afinal, estamos falando de outras realidades que são: a do Sagrado, a dos Fluidos Energéticos e a da Crença.

Dessa forma e com a mesma intenção, quero pontuar alguns outros “detalhes” que muitas vezes passam Continue lendo

REALIZADOR

 

realizaçãoAxé a todos! Nossa Umbanda é tão rica, tem tantos simbolismos e fundamentos, tudo tão forte, realizador e evidente, que não devemos deixar passar despercebido como acontece continuamente. Não devemos acomodar nosso raciocínio e nosso sentido lógico. Mesmo porque, penso que a fé vai até onde a mente permite, vai até onde obtemos respostas.

Acredito que todos já perceberam que quando não sabemos ou não entendemos algo, o acreditar se torna um tanto abstrato e o vivenciar ou compartilhar o sentido correto e sincero fica muito difícil. Essas situações Continue lendo

JOELHOS AO CHÃO SIM!

de joelhosDentro das várias ritualísticas que se desenvolvem nos terreiros de Umbanda é comum vermos, principalmente no início e término dos trabalhos espirituais, o corpo mediúnico com os joelhos no chão. Alguns veem esta postura como arcaica e sem sentido, porém, nunca se deram ao trabalho de analisarem detidamente tal comportamento.

É de conhecimento geral que as primeiras religiões do globo terrestre já inseriam a genuflexão em seus rituais como exteriorização de respeito junto ao Criador e também manifestação de humildade que todos devem ter, seja para com o Divino, seja para com o próximo. Da mesma forma, o ato de postar-se faz ver aos fieis que assistem uma manifestação Continue lendo

BANHO DE ROSAS …

Quem nunca tomou um bom banho de rosas? Mais do que isso, quem nunca utilizou estas flores para decorar, harmonizar, perfumar ou romantizar um ambiente? Pois é, as rosas expressam as emoções do amor e da vida e quando bem utilizadas podem nos proporcionar enormes benefícios. Mas afinal, rosas de qual cor devem ser usadas e em que situações? Vejam só:rosa

ROSAS BRANCAS trazem o sentido da Pureza e da Paz. Facilitam a paz interior e ajudam a entrar em conexão e contemplação com o eu interior. Protegem contra energias negativas, purificam os sentimentos, acalmam e trazem o sentido da compaixão estimulando o perdão. São ligada à harmonia e à espiritualidade superior. Podem ser usadas em crianças e até bebês. O banho com rosas brancas é eficaz contra Continue lendo

AS ENTIDADES CIGANAS NA UMBANDA

ciganosSão entidades que há muito tempo trabalham na Umbanda, mas normalmente se manifestam sob domínio de outras linhas como a linha da esquerda, a linha do oriente, entre outras. Isso é possível pelo fato da energia de trabalho ser a mesma, o que muda é a forma de manipular os fluídos, uma vez que os ciganos usam uma relação material, energética, elementar e natural, assim como o povo da esquerda, enquanto que o povo do Oriente manipula essas elementos através de seu magnetismo espiritual.

Sempre se faz necessário deixar claro que Continue lendo

Emoção, Possibilidade e Atitude. 13 de MAIO está chegando

Lágrima de PretaAxééé pessoal!!! Estamos chegando perto do dia treze de maio, dia em que os terreiros de Umbanda cheiram a bolo de fubá, café e guiné, se enfeitam de pipocas, crisântemos, palhas da costa e cantam para as almas, mirongas e Pretos Velhos, entidades espirituais que representam os anciãos conselheiros, os sábios bondosos e os vovôs e vovós “feiticeiros”.

Nesse dia também comemoraremos o Dia das Mães. Mulheres de todas as idades, belezas e esperanças, cheias de lembranças, ideais e cicatrizes, que lutam, cuidam, criam e educam, ou negam, abandonam, violentam e destroem.

E além dessas duas datas que Continue lendo

ME LEVE EM SUA MONTARIA, HOJE E SEMPRE…

f3176a75-d5dd-4435-930a-b576e67c31e1 (1)HOJE dia 23 de abril, dia de São Jorge sincretizado por Ogum – o orixá de espírito guerreiro, destemido e estratégico que abre e protege os caminhos; que representa o desenvolvimento da tecnologia, o segredo da transformação, a passagem da “idade da pedra” para “idade do ferro” desejando sempre mais.

Hoje o dia é mais que especial!

É um dia em que o povo de santo e o povo que acredita em santo acende vela, bate paó, reza, canta, samba, brinda, vibra e grita: não brinca com filho de Jorge, não brinca com filho de Ogum…

Um dia de promessa, alegria, pedido, mas principalmente de fé, crença, devoção e afirmação: sou feliz porque sou da sua companhia…

Dia, lua e mês abrasadores, límpidos e crescentes, pois: orgulho e força são as marcas desse Guia!

Dia que brilha, lua que cresce, mês que abre, planeta que aquece e a certeza que excede: arma de fogo no meu corpo não alcançará.

Orixá Santo de perfil obstinado, professa: quem tem santo segura, se segura e assegura.

Hoje,dia 23 de abril centenas e mais centenas de pessoas, de várias religiões olham para o céu, para a lua, para a vela, para a imagem, o altar e clamam. Clamam por esperança, por vitória e por mais e novas oportunidades. Muitas outras, agradecem, celebram, festejam, ofertam, compartilham, comemoram, cozinham e brincam com alegria e honra. Outras ainda, esperam, silenciam, confiam, rogam e se interiorizam na busca da exteriorização da força. Outras… Outras… Muitas outras fazem muitas outras coisas, porém, fazem hoje!

HOJE, um dia mais que especial, anseia que você faça alguma coisa singular para esse santo padroeiro e orixá feiticeiro, nosso Ogum Guerreiro.

HOJE, vale rezar com intensidade para criar uma enorme e divina forma-pensamento que abrasará a terra, o céu e a lua.

HOJE, vale exteriorizar a fé, o sorriso e a gratidão. Vale reconhecer, perdoar e rogar. Assim peço: perdoe a intimidade ao rogar, mas hoje o dia é mais que especial. Perdoe o pouco que ainda atinjo em seu nome, mas ainda anseio. Perdoe esse soldado que tanto crê e ainda tanto clama “fica ao meu lado, São Jorge guerreiro. Me guarda em ti meu santo padroeiro. Me leva ao céu em sua montaria, Ogum filho mais velho de Oduduwa. Percorra meu corpo, Ogum feiticeiro alquimista dos metais. Aqueça meu espírito e enrijeça meu destino, meu Orixá Guerreiro desbravador de Ifé!”

HOJE, ainda é tempo, ainda dá tempo, ainda contamos com o tempo.
Aproveeeeeite, inspiiiiire-se e HOJE, FAÇA ALGO DIFERENTE que possa refletir amanhã, que possa transformar o depois de amanhã e mais depois, depois de amanhã….

Axéééé!!!

por Mãe Mônica Caraccio

É MUITA INSPIRAÇÃO!

Bola_de_fuegoAxé pessoal, espero que todos estejam, assim como eu, VERMELHOS de tanta alegria e inspiração.

E por falar em inspiração, nossa Umbanda é comprovadamente cheia de inspiração, não é mesmo?!? E uma prova disso é o sincretismo religioso que existe até hoje dentro de nossa religião. Sincretismo é a fusão de concepções religiosas diferentes ou a influência exercida por uma religião nas práticas de uma outra. E foi essa fusão que o povo negro teve necessidade de fazer com a igreja católica para que se mantivessem as suas tradições, aliás, sem o sincretismo talvez não tivéssemos os traços religiosos africanos que temos hoje.

Reginaldo Prandi, mestre em Sociologia pela USP; Professor do Curso de Pós-Graduação em Sociologia da USP e Pesquisador do CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-, diz que: “Para se viver no Brasil, mesmo sendo escravo, e principalmente depois, sendo negro livre, era indispensável, antes de mais nada, ser católico. Por isso, os negros no Brasil que cultuavam as religiões africanas dos orixás, voduns e inquices se diziam católicos e se comportavam como tais. Além dos rituais de seus ancestrais, frequentavam também os ritos católicos. Continuaram sendo e se dizendo católicos, mesmo com o advento da República, quando o catolicismo perdeu a condição de religião oficial”.

E dessa fusão nasceu Continue lendo

PRÓXIMO DO SAGRADO

velas-e-maosAxé a todos!!! Nossa Umbanda é Divina! Ela é ativa, vibrante, quente, leve, movimentadora, mágica, bela, simples, surpreendente e maravilhosamente poderosa!

Também posso afirmar que Ela é Sagrada e que graciosamente nos permite, em qualquer circunstância e em qualquer momento, estarmos próximos de seu Sagrado.

Para isso não precisamos de muito, precisamos de algumas Continue lendo