AGIR COM SABEDORIA

DSC00875PENSAR EM ERVAS, PEDRAS E ÁGUA dentro dos rituais umbandistas ou mesmo em nossa vida cotidiana é pensar em elementos naturais poderosíssimos que ajudam no reequilíbrio energético do corpo astral e que transformam o magnetismo da aura.

Na Umbanda utilizamos ervas, flores e plantas em quase todos os rituais, inclusive em nossas giras de atendimento à assistência e oferendas a Guias Espirituais e Orixás, porém duas práticas bem comuns da nossa religião se utilizam largamente das ervas: as defumações e os banhos.

NENHUMA AÇÃO DE LIMPEZA AMBIENTAL é mais completa que uma boa defumação pois o ar concentrado de energias elementais penetra em todos os cantos e brechas da casa envolvendo as paredes, o teto, o chão, os móveis, enfim, tudo. Além disso a defumação também descarrega o corpo mediúnico das pessoas e sutiliza suas vibrações tornando-as receptivas às energias de ordem positiva fazendo, assim, com que a comunicação com o Plano Astral Superior se torne mais fácil e em perfeita harmonia.

Já os banhos de ervas são, de uma maneira geral, rituais onde utilizamos elementos da natureza com o intuito de que haja uma troca energética entre o indivíduo e esses elementos naturais utilizados, servem principalmente para limpar as energias negativas, afastar influências negativas, reequilibrar, aumentar a capacidade receptiva do aparelho mediúnico e desobstrução dos chacras.

SENDO ASSIM AS ERVAS, E TAMBÉM PEDRAS E ÁGUAS, devem ser entendidas como grandes ferramentas divinas e naturais que nos auxiliam e nos proporcionam enormes bens. É justamente por isso que acredito que a utilização desses elementos requer responsabilidade e conhecimento de nossa parte. Quem já não passou verdadeiros apuros na hora de fazer uma defumação? Isso gera desanimo, stress e até briga, afinal é o carvão que não pega, as ervas que caem, o tempo que demora, o vizinho que reclama, isso quando não xinga… Quem já não deixou de fazer defumação em casa pois o filho tem problema de renite, ou o marido tem tosse alérgica? Quem já não deixou de tomar banhos de ervas pois não encontrou uma das setes ervas tradicionais da nossa Umbanda? Quem já não teve medo de jogar determinado banho na cabeça?

São tantos medos e tabus, são tantas “receitinhas milagrosas” que acabam prejudicando as pessoas, são tantos erros causados pela falta de conhecimento que às vezes é melhor não fazer NADA. O que é uma pena!

A UTILIZAÇÃO DAS ERVAS, PEDRAS E ÁGUAS é algo simples quando se tem conhecimento, no entanto é uma bomba relógio negativa e poderosa quando não se sabe o que está fazendo. E isso é mais sério ainda quando falamos no uso ritualístico destes elementos pois muitas regras devem ser conhecidas e respeitadas. É o cuidado com a energia da Lua, com o horário, com o sentido, com a necessidade específica de cada um e assim por diante, mesmo porque uma erva “boa” para um pode ser um tormento para outro.

REFLITA: um banho de descarrego tomado em horário errado pode piorar uma situação espiritual. Uma pedra usada como jóia pode ser a causadora das dores intermináveis. Uma defumação feita em sentido contrário pode, ao invés de limpar, atrair mais carga…

Portanto estudar é fundamental, é sair do automático, é sair do domínio dos dominadores e agir com bom senso e sabedoria.

DSC00890Sinceramente, acredito que nada substitui a sensação do Saber.

E pensando nisso, pensando em estimular o Saber, VEJAM ESSAS ERVAS que ajudam a concentração mental e no estimulo do pensar: aniz estrelado; alecrim; manjericão; peregum verde; alfavaca, agrião, couve, babosa e tapete de Oxalá. Essas ervas podem ser jogadas da cabeça para baixo e esse banho é mais aconselhável ser tomado no horário da manhã.

JÁ AS PEDRAS INDICADAS PARA AJUDAR O RACIOCÍNIO E O ESTUDO SÃO: quartzo verde, esmeralda, amazonita, ágata verde, lápis lazuli e, em especial, temos a Sodalita que ativa o potencial para adquirir conhecimento, estimulando a memória e o raciocínio. Só não se pode esquecer que as pedras devem ser limpas, energizadas e programadas constantemente, caso contrário tornam-se verdadeiras irradiadoras de energias negativas.

E para ajudar a potência energética dos banhos e da limpeza das pedras, pode-se usar a água da fonte que tem energia harmonizadora e equilibradora, afinal seu rumo natural passa por poderosos pontos da natureza.

POR FIM, sei que falar de ervas, pedras e águas é muito mais do que isso, aliás, é impossível encerrar esse assunto em poucas linhas, por isso fica aqui a minha dica, ou até, porque não dizer, o meu alerta: Vamos conhecer mais as potencias naturais das ervas, pedras e águas… vamos conhecer os encantos mágicos, naturais, energéticos e sagrados desses elementos e consequentemente, vamos nos inserir na Umbanda conhecedores de suas capacidades e ritos, vamos sair do automático e das “roubadas” que muitas vezes nos encontramos por falta de conhecimento. Vamos Conhecer, Entender e Saber o que aconteceu, o que está acontecendo e o que pode acontecer.

Tudo é uma questão de escolha, de ação e de determinação. Pense nisso e Vamos Estudar!

CURSO PODER DAS ERVAS E PEDRAS JPEG

Por Mãe Mônica Caraccio

5 ideias sobre “AGIR COM SABEDORIA

  1. Obrigado Mãe por nos fornecer tanto conhecimento. Gratidão e gratidão!!
    Axé!!

  2. Obrigado Mãe por nos fornecer tanto conhecimento sagrado. Gratidão e gratidão!

  3. Axé Māe, será uma delícia recordar as aulas de ervas e pedras, cada aula um aprendizado diferente.
    Cada grupo uma experiência. Foi através deste curso que as portas se abriram para mim.
    E ficam suas palavras” agir com sabedoria”
    É importante. Conhecer. Estudar para poder aplicar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.