Importante preocupar-se com a terra

alecrimMuitas pessoas “estranham” meu entusiasmo na divulgação da Umbanda, meu compartilhar de conhecimento ou minha dedicação ao Saber. E para elas sempre afirmo que todos esses movimentos acontecem pelo fato de ter sentido na ‘pele’ o que a falta de conhecimento proporciona, assim como a falta de respostas pelo próprio Pai de Santo.

Eu sei o que é “travar” no meio de uma gira sem saber o que fazer, sei o que é cair no meio de um Terreiro sem ter resposta do porquê, sei o que é levar bronca por pedir ou falar algo. Sei o que é sentir insegurança, medo e desconfiança dentro de um Terreiro, quando na verdade esse local, por ser um lugar sagrado, deveria acalmar, tranquilizar, ensinar, educar, sustentar e assegurar. Sei o que é o Guia pedir algo e ter a informação bloqueada ou pior ainda, não compreender a informação. Portanto, sei a falta que faz o conhecimento, o saber, a dedicação e a boa atitude na Umbanda.
Continue lendo