UMBANDA FUNCIONA MESMO?

milagresConstantemente me perguntam se a “Umbanda funciona mesmo” e eu, mesmo impressionada com tamanha manifestação de oportunismo e ignorância, respondo que SIM, desde que se trabalhe para isso, afinal nem nosso intestino funciona sem que seja alimentado, sem que haja hábitos saudáveis e contínuos. Umbanda funciona, assim como todas as outras religiões, no entanto é importante que haja algo que impulsione, que faça acontecer, e esse algo é a FÉ. Fé no sentido da esperança, da compreensão e da paciência. Esses são os pontos fundamentais para que a “Umbanda Funcione” em nossas vidas. Esses são os ensinamentos que os Guias Espirituais tentam, incansavelmente, passar para nós em suas sábias palavras.

Sei que muitas pessoas chegam na Umbanda em busca de Milagres, no entanto é importante ficar bem claro que o milagre só acontece se houver essas três características mencionadas acima. Os próprios Milagres de Jesus não eram espetáculos teatrais e não aconteciam deliberadamente. Jesus exigia que ao buscar o Milagre a pessoa tivesse Fé, exigia a decisão sincera, e mais, requeria a propagação dessa Fé, pois os Milagres aconteciam para que fossem pronunciados aos quatros cantos envolvendo o maior número de pessoas e estimulando mais ainda a esperança e o amor. Jesus também esperava que seus discípulos fizessem milagres, os censurou, os ensinou e os estimulou dizendo: “pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé do tamanho de um grão de mostarda, direis a esta montanha: Transporta-te daqui para lá, e ela irá; e nada vos será impossível.” Mateus 17,20.

Jesus não fez milagres para provar sua divindade e sua morte foi prova disso; ele fez milagres para provar que era filho de Deus onipotente, onisciente e onipresente e que tudo podia naquele que o fortalecia. Exatamente o que somos, como também filhos de Deus, e o que podemos como irmãos de Jesus. Sabendo então que a Umbanda é uma religião cristã, pois segue os ensinamentos e os mandamentos de Cristo, fica claro que para a Umbanda funcionar e realizar milagres é preciso que seus adeptos tenham a Fé sincera e que a propaguem.

Portanto, não adianta estar na Umbanda se não senti-la pulsar em seu coração, não adianta querer sem primeiro Dar, não adianta frequentar se não aceitar, se não cultivar, se não trabalhar seu interno, se não fizer força contínua para melhorar, mesmo porque não se abre uma porta sem que antes se tenha feito força para girar a maçaneta. E, aproveitando o exemplo do intestino, vale comentar que se para ele funcionar bem é preciso fazer atividades físicas, consumir líquidos, comer fibras, entre outros cuidados, imagine para resolver sua vida … Com certeza é preciso MUITO TRABALHO E FÉ. Então fica o convite: quer ver a “Umbanda Funcionar”? Então venha disposto a TRABALHAR!

Que a Luz de Oxalá nos Ilumine e que as Forças de Oxum nos unam na Fé em Olorum!

por Mãe Mônica Caraccio

3 ideias sobre “UMBANDA FUNCIONA MESMO?

  1. Como qualquer Religião, A UMBANDA, prima por: Respeito, ética, humildade e prática de caridade sem questionar qualquer outra Religião, sem matança de animais, sem cobrança absolutamente de nada. O princípio básico é o da evolução espiritual do Médium e das entidades que a ele são incorporadas!

  2. Axé Mãe!

    Como você mesma costuma dizer “não tem como fazer um omelete, sem quebrar alguns ovos”.
    Infelizmente nem todos vêem a Umbanda como RELIGIÃO. Hoje, com muita felicidade, acredito que ter uma religião não significa ficar inerte esperando milagres e sim trabalhar, trabalhar e trabalhar mais um pouco para ser MERECEDOR deles… e que eles existem, ah existem!

  3. Axé mãe!

    Ja me perguntaram também, e minha resposta na época foi com uma metáfora. Perguntei às pessoas se as pernas delas funcionavam, e elas respondiam prontamente que sim. Perguntei se conseguiam saltar e correr. Elas disseram que sim, já não tão certeiro. E eu disse que a umbanda, a “minha umbanda”, a minha fé, funciona como minhas pernas. Eu precisei de um treino longo pra andar sozinha. Faz tempo, mas teve. Outro treino, mais longo, pra correr e saltar. E exercício, trabalho, pra elas manterem cumprindo a função. As vezes andamos por obrigação. As vezes andamos e pulamos porque queremos. As vezes corremos pelo outro. As vezes nos cansamos muito – hora de exercitar ainda mais, pra perna aguentar ainda mais.

    E as vezes as nossas pernas nos levam até mais do que esperávamos, elas nos fazem subir montanhas pra ter a vista mais linda….

    Acho q seu texto me inspirou. Obrigada, mãe! Axé!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.